Arquivo do mês: outubro 2011

Queria ver deixar em branco hoje!

Eu não tenho a menor idéia de quem foi Hedy Madalena Bocchi, mas sou eternamente grato à ela por todas as histórias que a escola que herdou seu nome me proporcionou. Ensino Médio parece extensão daquele programa do Silvio Santos – quer namorar comigo? – Todo mundo gostava de alguém. Mais precisamente, todo mundo gostava de todo mundo, era uma festa, grega. Quem nunca teve uma paixãozinha ridiculamente infantil e inocente, que atire a primeira pedra! – não em mim, claro. Mesmo os mais nerds, os mais gordinhos ou magrelinhos. De fato, quanto mais estranho o cidadão era, mais linda e popular era a dona do seu coração. O cupido sempre foi cruél na escola: ligava pessoas “não ligáveis”, flechava corações inconectáveis, só por… diversão! E eu nem estou falando da sua professora de Química hein! – a minha hoje mora no meu condomínio. Sim, eu inventei a expressão “ironia do destino”.

Continuar lendo

Anúncios

1.000 Comentários

A cobrança de Pênalti acima foi mais assistida do que a cena do homem pisando na lua pela primeira vez, quatro meses antes. Três Segundos após esta foto ser “batida”, Pelé completaria seu Milésimo gol. Mil é uma marca importantíssima, por isso hoje, estamos comemorando nosso Milésimo comentário. Coincidência ou não, este foi brilhantemente protagonizado por um fiél leitor:

Continuar lendo

Bem, não consegui pensar em nenhum título legal para este Post…

…mas me dá um desconto vai, hoje é Sexta!

É... também não consegui pensar em nenhuma imagem legal...

Ahh, sexta-feira. Enquanto presenciava alguns colegas de trabalho adentrando o sagrado prédio do sacrifício trabalhístico vestidos socialmente e desonrando assim o ritual tenis-jeans que este dia representa, eu lia a seguinte piadinha sem-graça a mim confiada: Quando uma mulher coloca um vestido de couro, o coração do homem bate mais rápido, sua garganta seca, suas pernas balançam e ele perde o controle!

O motivo? ela tem cheiro de carro novo!

Continuar lendo

Feliz Aniversário Homeroff… quer dizer, Gabriel-Santos.com!

Muita coisa pode acontecer em 1 ano. Muita coisa pode acontecer em 8760 horas. Para quem acompanhou o jogo da Seleção Brasileira contra a Argentina na última semana, temos um ótimo exemplo: Há 1 ano atrás, Cortês, o destaque do time, estava jogando pela segunda divisão de um ridículo time do Rio. Hoje, 8760 horas depois, desembarcou no Rio de Janeiro, sendo o centro das atenções da imprensa presente no Aeroporto Tom Jobim. Muita coisa pode mudar em 1 ano…

Continuar lendo

SEXO é prosa AMOR é poesia

Meu casamento

Sexo é diferente de Amor.

Sexo é sexo, amor é… Bem, amor não é algo que possa ser explicado em uma palavra. Aliás, sexo É uma palavra, amor é um DICIONÁRIO. Sexo é conversa monossilábica entre maconheiros, amor é um debate entre Jesus, Gandhi, Sócrates, Barack Obama e Steve Jobs…

Continuar lendo

Tá bom Gisele, mas só 1 Beijo vai!

Eu nunca fui muito fã da Gisele Bündchen. Não que eu a achasse parecida com a Bruxa do 71 ou a bizarra mãe de um anônimo amigo meu. Mas digamos que, para que ela ganhasse meu coração, um anel de noivado com meu nome no dedo e um Beijo na boca, ela teria que suar muito a camisa – Calma, me deixem aproveitar esse momento, pois foi e pra sempre será o comentário mais prepotente da história deste Blog…

Continuar lendo