Arquivo do mês: novembro 2011

Mude sua História, Mude sua Vida

Quando eu tinha 23 anos, tive uma grande mudança na minha carreira. Foi um grande passo naquela época, eu quintupliquei meu salário e achei que havia chegado perto do auge do sucesso – com 23 anos… claro.

Continuar lendo

Tragédia aérea – como não sofrer uma!

Eu já entrei em um avião exatas 38 vezes. Entre Delta, Gol, Varig, Aerolíneas Argentinas e em sua grande maioria Azul Linhas Aéreas Brasileiras, se minhas horas de voo como passageiro fossem contabilizadas como piloto, eu hoje seria Piloto Comercial. Grande parte destas horas deve-se ao fato de ter-me casado com uma Comissária de Bordo (Vanessa). Entre os enormes benefícios oferecidos, nós voamos como Stand-By – se houverem acentos vazios na aeronave, voamos no 0800. Inclusive na última vez que voamos, sábado passado (VCP x SDU x VCP), a Minissária, digo, comissária, digo, minha esposa, voou dentro da cabine dos pilotos – Se inveja matasse, ontem, dia de finados, vocês estariam acendendo velas para mim.Existe um livro de faz de conta, que dita as regras básicas dos passageiros aéreos. Levando-se em conta o aumento dos mesmos nos últimos anos (Voe a R$0,75 centavos), acredito que seja interessante revermos algumas delas – escritas imaginariamente, num livro imaginário.

Você está vivendo SEU sonho ou de OUTRA pessoa?

Maragogi – Alagoas, volta Lua de Mel!

Oi, tudo bem?

Eu sempre fico pensando em como começar um texto, e tenho uma mania boba de pensar que a primeira frase irá definir o sucesso do mesmo. Se eu começar bem, ele vai bem, se eu começar capengando… vai render 2 comentários. Enfim, no meio dessa batalha, hoje, decidi começar assim: “Oi, tudo bem?” – afinal de contas não lhe cumprimentar seria um pouco rude da minha parte…

Continuar lendo