Você está vivendo SEU sonho ou de OUTRA pessoa?

Maragogi – Alagoas, volta Lua de Mel!

Oi, tudo bem?

Eu sempre fico pensando em como começar um texto, e tenho uma mania boba de pensar que a primeira frase irá definir o sucesso do mesmo. Se eu começar bem, ele vai bem, se eu começar capengando… vai render 2 comentários. Enfim, no meio dessa batalha, hoje, decidi começar assim: “Oi, tudo bem?” – afinal de contas não lhe cumprimentar seria um pouco rude da minha parte…

Algumas pessoas passam pela vida – sim, agora estamos entrando no tema, sente-se confortavelmente com suas calças de moleton e preste a atenção – sem um plano. Algumas delas se dão bem, outras, vão parar em um lugar bem longe do destino pretendido. Outras ainda, acabam vivendo o sonho de outras pessoas, se tornam vítimas da agenda alheia. Isto quase aconteceu com um pescador mexicano numa história contada por Tim Ferriss no livro The 4-Hour Work Week – de qualquer maneira, esta história aparece de diversas formas pela internet.

Um executivo Americano saiu de férias e viajou para uma ilha do México sob ordens médicas. Impossibilitado de dormir após uma ligação que recebeu logo no primeiro dia vinda do escritório, ele foi até o cais na tentativa de espairecer.

Um minúsculo barco pesqueiro estava… atracado (estacionado, foi a primeira palavra que veio!) e dentro do barco era possível ver alguns peixes, não muitos. O executivo elogiou a qualidade e beleza dos peixes ali presentes.

“Quanto tempo demorou para você pegá-los” – o homem perguntou.

“Um pouquinho” – o Mexicano respondeu todo faceiro.

“Por que você não fica em alto mar mais tempo para pegar mais peixes?” – o Americano perguntou.

“Eu tenho o suficiente para alimentar minha família e dar um pouco aos meus amigos.” – respondeu o Mexicano colocando os peixes em um cesto.

“Mas… o que você faz com o resto do seu tempo?”

O Mexicano respondeu sorrindo: “Eu durmo até tarde, pesco um pouco, brinco com meus filhos, tenho uma siesta com minha esposa, e passeio na vila todas as noites onde eu degusto um gole de vinho e toco violão com meus amigos. Eu tenho uma vida cheia e ocupada senhor”.

O Americano riu: “Senhor, eu tenho um M.B.A pela Universidade de Harvard e posso lhe ajudar. Você deveria passar mais tempo pescando, comprar um barco maior. Em pouco tempo o senhor poderia comprar vários barcos com o lucro aumentado. No final, teria uma frota de barcos”.

Ele continuou: “Ao invéz de vender seus peixes para um intermediário, venderia diretamente aos consumidor final, abrindo assim sua própria marca. O senhor controlaria o produto, processamento e distribuição. O senhor teria, claro, que deixar esta pequena vila costeira e se mudar para a Cidade do México, e então Los Angeles e eventualmente Nova York, onde o senhor poderia expandir seus negócios como uma mega empresa”.

O Mexicano perguntou: “Mas, senhor, quanto tempo isso tudo iria levar?”

O Americano respondeu: “15-20 anos, no máximo 25”.

“E aí, o que aconteceria?” – perguntou o pescador.

O Americano sorriu e respondeu: “Esta é a MELHOR parte. Quando tiver atingido o tempo certo, o senhor anunciaria a venda de ações da sua empresa, abrindo-a ao mercado público e se tornaria MUITO rico. O senhor faria milhões”.

“Milhões senhor? e aí, o que aconteceria?”.

“Aí o senhor se aposentaria e se mudaria para uma vila costeira, onde poderia dormir até tarde, pescar um pouco, brincar com seus filhos, ter uma siesta com sua esposa e passear na vila todas as noites onde poderia degustar de um gole de vinho e tocar violão com seus amigos”.

A única coisa pior do que passar pela vida sem nenhum plano é ter seu planos sequestrados por outra pessoa. A parte curiosa neste caso é que nossos planos e sonhos não são sequestrados por nossos piores inimigos. Em alguns casos, nossas esposas, maridos, filhos, pais, inconscientemente são quem sequestram nossas metas e objetivos. Dentro de um casamento, existem aqueles sonhos que nasceram e são almejados pelo casal, como uma só carne. No entanto, também existem sonhos individuais. De repente, seu sonho é abrir um negócio próprio, porém, o da sua esposa é ir para a faculdade. Não podemos matar os sonhos uns dos outros, mas lutar para que sejam igualmente realizados, assim como os nossos.

Você pode evitar essa tragédia respondendo a essas três questões:

1. Estou vivendo meu próprio sonho ou de outra pessoa? Se não formos cuidadosos, nós podemos inconscientemente adotar a agenda de outra pessoa para nossas vidas. Isto normalmente acontece porque estamos inaptos a abraçar a responsabilidade das nossas próprias vidas.

2. Qual é o meu sonho? Esta pergunta pode se perder com a complexidade da vida. Como resultado, temos que parar tudo e nos lembrarmos da nossa própria agenda, do que fizemos, do que não fizemos, do que gostaríamos de fazer, etc. Para o que acreditamos que Deus está nos chamando a fazer? Qual é nossa paixão? O que faríamos se não tivessemos medo?

3. O que posso fazer agora para reajustar as velas na direção do meu sonho? O único modo de trazer devolta nosso sonho é rejeitando TODOS os substitutos que a vida, as outras pessoas ou nós mesmos fomos criando para eles. Não devemos fazer nada heróico, podemos começar com passos pequenos, com passos de bebê.

Não “gaste” sua vida escrevendo na agenda dos outros. Tome a responsabilidade por ela. Persiga seus objetivos e viva seu sonho. Um sonho é uma meta com data e hora marcada para acontecer.

Post sério, não?

Anúncios

42 Respostas para “Você está vivendo SEU sonho ou de OUTRA pessoa?

  1. você quer realizar seus sonhos?
    Não sabe como?
    Você não esta satisfeito com que ganha?
    Não esta ganhando o que merece?
    Quer mudar tudo isso?
    eu ja deu o meu primeiro PASSO.
    me liga que eu te direi como fazer.
    Tomazin.
    fones: 8256-5169
    8709-3990

  2. HahUuuUuUuL… shauhsauhsu!
    QUE POST heim meu irmão…
    uma lição de vida!
    amei…
    Este agora é o momento da reflexão… o pior de td Gabris.. é que as vezes, vivemos os sonhos de outras pessoas, mas nem notamos, sabe pq? Pq, não aprendemos a sonhar!
    AiNNn mto gracinha esse post.. o melhor!!

    PARABÉNS!

    • Kmileeteeeeee cara de omelete!

      Muito obrigado pelo comentário irmãzinha…

      “as vezes, vivemos os sonhos de outras pessoas, mas nem notamos, sabe pq? Pq, não aprendemos a sonhar!”

      Eu concordo inteiramente com você. A gente esquece.. como se sonha. Ou talvez, nunca tenhamos aprendido realmente…

      Muito Obrigado pelo comentário e pela visita! 🙂

  3. jupalhoto@yahoo.com.br

    Grande Gabriel!
    Uma reflexão um tanto motivador.
    Olhando sempre pelo lado espiritual, gosto de olhar as coisas sempre dentro da palavra (afinal, que guia de vida melhor para trilharmos a vida?) A exemplo de mim, sempre tive sonho, e tentei
    por inúmeras vezes alcançar este sonho no Brasil, existia um grande batalhão de pessoas
    que acreditava no meu sonho e o mais incrivel, eu tinha o talento acima da média para alcançar tal sonho. Atravessei o oceano aos 21 anos de idade para buscar este sonho e quando retornei descobri que o meu sonho, não era o sonho de Deus para a minha vida.

    Por isso, sonhar não é arriscado, não é uma dúvida, sonhar é acreditar, é almejar uma conquista, um mérito, mas se Deus estiver milhares de kilômetros de distancia do seu sonho, tome cuidado, pois “os caminhos de Deus não são os nossos caminhos”, “assim como céu está acima da terra, os sonhos de Deus estão acima dos nossos sonhos”.

    Isto é fato, aconteceu comigo! rs por isso me orgulho em dizer, os meus sonhos hoje não são os sonhos de outras pessoas, mas são os sonhos do Criador.

    :,)

    • jupalhoto@yahoo.com.br

      Anyway, se foi meu sonho ou o sonho de Deus seguindo o texto do Gabri não importa… mas era a minha história.. rs e não o sonho/história de outra pessoa!

      Gabri, one more time, CONGRATULATION”S”(?), Bj

    • Grandeeee… grande… grande… grande… Palhootssss..

      Foi muito bom ver você contar mais uma vez sobre este episódio da sua vida, que a cada dia nos ensina mais e mais sobre paciência, perseverança e acima de tudo, mortificação da nossa própria carne, das nossas vontades e dos NOSSOS sonhos… para estarmos abertos aos sonhos de Deus.

      “sonhar não é arriscado, não é uma dúvida, sonhar é acreditar, é almejar uma conquista, um mérito, mas se Deus estiver milhares de kilômetros de distancia do seu sonho, tome cuidado, pois “os caminhos de Deus não são os nossos caminhos” – Essa seria a frase perfeita para o término do texto. Você o complementou brilhantemente.

      Muito obrigado por esses minutos que você gastou aqui dentro meu querido. São muito importantes pra mim.

      🙂

  4. Ah.. viver seu próprio sonho…todo mundo já sabe disso, me fala algo que eu não saiba!

  5. Gabriel querido,
    Que alegria ler este texto, parabens voce conseguiu colocar seus leitores pra pensar.
    É isso ai, como estamos lidando com nossos sonhos o que estamos fazendo para torna-los realidade. O que te faz feliz?.
    Beijos e parabens
    Irani Puertas

    • Irani, que prazer rever você aqui novamente… já fazia um tempinho rs.

      Muito Obrigado pela leitura e pelo seu comentário. A pergunta que você fez é extremamente pertinente… “o que te faz Feliz?” – quantas vezes paramos para nos perguntar isso?

      O que nos faz feliz?
      🙂

  6. Não farei comentários nesse post (voltei a faculdade nesse fim de semana e estou um kadiquim enrolada), mas deixo registrado que li o post e gostei muito. Como sempre Gabriel, você postou um excelente texto.
    Engraçado eu ter escrito a palavra excelente. Hoje pela manhã participei de um treinamento, numa cidade vizinha, para aplicação da Prova Brasil. Ao final do curso, a instrutora distribuiu o formulário de avaliação do treinamento. Daí vinham aquelas perguntas de sempre: avalie o local do treinamento, o tempo , os materiais disponíveis, os instrutores e por ai afora onde eram dispostos escalas de ruim, regular, bom, muito bom e excelente. Minhas colegas me criticaram porque não avaliei nada com a nota máxima. Me disseram que sou muito rigorosa. Então respondi que não era rigor de minha parte mas sim que eu considerava a palavra EXCELENTE muito “pesada” e que eu a considerava ainda como algo acima daquilo que nos foi proporcionado. Falei também que a partir do momento que você avalia algo como excelente você abre mão de querer melhorias, uma vez que já alcançou a excelência.
    Então… seguindo essa minha teoria, parabéns Gabriel, seu texto está MUITO BOM, rsrsrs ( e olha que iniciei falando que não tinha tempo de comentar heim! Gabriel, você me deve esses minutos que vou me atrasar para chegar a faculdade)
    Parabéns mais uma vez!! Abraços! (prometo sonhar mais…)

    • Drika, agora foi eu quem demorou pra responder os comentários rs.

      Que bom que você conseguiu encontrar uns minutinhos para comentar este post. Seu comentário foi bastante interessante – principalmente a parte onde vc descreve sobre a excelência das coisas. Eu concordo com voce rs, estes posts estão longe de serem excelentes…Muito BOM já é um elogio e tanto pra mim, suficiente para me deixar com um sorriso no rosto ao deitar a cabeça no travesseiro.

      Obrigado por ter se atrasado para a faculdade… sobre os minutos que eu te devo, bem, preciso ir embora do trabalho e estou atrasado pois estou respondendo seu comentário. Você me deve alguns minutos agora. Estamos quites!

      rs.

  7. Oi mor, tudo bem?
    Estou em Salvador e vc sabe mais que ninguém o que este texto significa neste momento pra mim! Parece que vc sabia o que estava passando pelo meu coração hoje mesmo (tha’ts why we are married.rs). Love u!

    • É incrivel o “transimento de pensação” que nos persegue não é mesmo?

      Just neste dia, que você estava com todos aqueles pensamentos na cabeça… eu tive um impulso para escrever este texto.

      Amo a afinidade que temos. Beijo.

  8. Cara, ao ler seu texto
    tive um momento de inspiralçao no msn
    falei td q kis fala
    foi mt bom, relaxar
    e sobre o texto, cara foi magnifico, explica bem, pelo menos o exemplo, o capotalismo de hj.
    e cara, ainda n tenho certza se estou vivendo o sonho de alghuem, quero ir pra santa catarina, mas vou ver oq tem por aki por enquanto.
    Vou compartilhar algo com vc, hj
    enqunto pintava uma parede de branco no trampo com meu pai.
    a Musica Last Drop Falls do Sonata Arctica, começa atocar e eu me arrepio, mais no meio da musica, eu choro de emocao, e o pior q ela n me lembra ninguem
    tenho mania de colocar musicas pra lembrar pessoas.

    ate a proxima Gabriel Santos.
    Fica Com Deus

    • Diego,

      É muito bom saber que estes textos despertam um sentimento bom em vocês. Como dizer algo diferente para uma pessoa, tomar uma atitude diferente com relação a algo em suas vidas pessoais. Saibam que eles causam os mesmos efeitos em mim. Exato, em mim mesmo.

      Gosto da maneira como você se abre nos comentários, mostra que você é uma pessoa transparente, cuja personalidade não precisa de esconderijos…

      É um prazer te-lo como leitor e amigo!

      • I LOATHE DST! LOL I never raelly cared growing up, but after living in Yuma, Arizona (where they don't do DST) I realized just how disruptive and pointless it is! I can't stand it now, and I'm pretty grouchy about it for the first week, lol. It raelly messes stuff up – kid's naps, getting up for school, bed times – grr! Hope you can get back to feeling normal soon – and not in a hurry

  9. Bruno Alisson Freire Pedrosa

    Ok. Take one: Luz, câmera… ação! Here I go… falar sobre as engrenagens que me fazem caminhar todos os dias. Eles são o alimento que não me deixam desistir e que temperam a minha vida: SONHOS. Puxa, Gabriel, não tenho um super-arsenal de sonhos, vou dizer agora por quê. Sou bem, como posso dizer… tenho um leque pequeno de sonhos para esse mundo que se diz tão capital, ocupado… tão preocupado em gerar e gerar coisas que serão eternamente passageiras (parece um pouco paradoxal, visto que eterno dá impressão de infinito, que ficará sempre, não é?!). Talvez meus sonhos façam com que esse mundo me rotule como pequeno (assim como meu leque ou arsenal, lembra que falei que poderia não ter um grande arsenal?)… talvez me chame de imaturo… Haha!

    Antes de entrar na intimidade com Aquele que me criou (Super-PAI *-* ~~> AMO!), eu posso dizer que meus sonhos eram sem essência, o brilho era tão medíocre, eram exatamente, em parte, a cara desse mundo… Então, senti que precisava de UM alguém que atribuísse um quê de especial neles… Não queria vagar e pronto, ponto final… Queria ver e sentir a outra face desse mundo, criei esperanças que um dia encontraria algo bom de verdade!

    Então eu decidira ir atrás de um Senhor que a mim ainda não tinha sido apresentado.
    Um Ser paciente, que respeitava tudo o que era dito por mim… e que me amava tanto… nem suspeitava disso TUDO! Ah, e daria um sentido a essa outra face do mundo… mal sabia eu…

    – Olá, minha criança, pode entrar! – Ele me chamou.

    Um filme foi passado com cada minúcia que desejava para meu futuro… com cada palavra que dizia, desejando aqueles sonhos (será que poderia chamá-los de sonhos mesmo?!). “Ah, quero ter… quero ser…” Oh, God! Na verdade, Deus mostrou, com todo o respeito que já mencionei acima, que meus sonhos eram como… como… como… não sei. Eles eram extremamente materialistas. Não eram feios, pelo menos isso! Mas eram totalmente contraditórios aos de hoje.

    Deixa eu partir para os finais… Hahaha! Tô sempre escrevendo muito, porém gosto.

    Anyway…

    Sou grato ao Super-PAI por permitir que eu pudesse ser tocado por Ele e, também, na mesma hora Ele me deu um par de ferramentas novas, que pudessem filtrar tudo o que Ele tinha nos proporcionado: ganhei novos olhos. (Uhuuuu!)

    – Aqui estão, minha criança. Use-os. Farão toda a diferença.

    Olha o que eu ganhei…
    Já realizei uma boa parte dos meus sonhos: Sentir a chuva tocar o meu rosto e molhar os meus cabelos, correndo sem destino (é tão bom!) ou então estar sentado próximo ao pequeno jardim da minha casa, vendo o seu espetáculo tão ritmicamente lindo, fazendo-me refletir sobre diversas coisas! (Acho que deu pra perceber que amo a chuva. Amo a natureza também, muitos sonhos já realizados, estão relacionados à mesma, é porque faria um livro aqui, sabe, se fosse relatar). Devo dizer que a solidariedade não fez questão em ser minha amiga, ela vai comigo a todos os lugares. Me sinto útil para Deus (opa, mais um sonho feito!). Construí um livro de lembranças com os melhores sorrisos, os melhores abraços, emoções… um verdadeiro caldeirão de sentimentos que nutrem qualquer ser, vai! Plantei tantas sementes de uma árvore chamada “dias melhores virão” em diversos tipos de corações… Deus já me fez semeador, que orgulho, hein?! (Best dream ever!). Já ofereci minhas palavras como lenços para enxugar lágrimas. Já ganhei tais lenços para secar as minhas, como é bom saber que temos lencinhos à nossa disposição. Haha! Tenho podado os meus defeitos diariamente com a ajuda de um certo Jardineiro: o Espírito Santo, que tem uma paciência INCRÍVEL, viu? Tenho desejado ardentemente o amor de Deus e que da mesma forma eu possa ser uma pessoa melhor a cada dia novo… São muitos sonhos… Muitos realizados. Muitos para serem realizados… Acredito que, para Deus, tenho um arsenal de sonhos significativo…

    Ah, deixa eu dizer, sabe qual é o meu maior sonho agora?

    Desejo ser salvo. Então lá vou eu de novo voltar para a minha caminhada à procura deste sonho. Logo mais passo por aqui de novo, até mais.

    Sim!!!!!!
    Que todos consigam realizar os seus sonhos mais íntimos, do fundo do coração…

    Fiquem com o Super-PAI.

    Bruno Freire Pedrosa.

    • Bruno Alisson Freire Pedrosa

      Esqueci de agora vivo meus sonhos diariamente e, acima de tudo, com prazer! =D

      • Bruno Alisson Freire Pedrosa

        Corrigindo: Esqueci de dizer que agora vivo meus sonhos diariamente e, acima de tudo, com prazer! =D

      • Bruno, é impressionante como seus comentários têm características e peculiaridades próprias. Você tem o jeito de escrever que bate com o jeito que eu gosto de ler! “Take one: Luz, câmera… ação!” – seus textos são dinâmicos e não cansam.

        Quando você disse: “…Mundo me rotular como pequeno..”, lembrei-me do filme Desafiando Gigantes, onde existe aquele garoto pequeno e mirrado que se compara com Davi (também mirrado e pequeno). O mundo pertence aos pequenos… os grandes se atrapalham e caem.

        Você trouxe para este tema uma visão bastante espiritual. Uma visão que vai inclusive além daquela que eu desenrolei aqui. Uma visão que diz que os MEUS sonhos não importam, mas sim os sonhos de DEUS.

        E isso me lembra um dos versículos que eu mais AMO da bíblia..

        “E teve… José… um sonho…” – Gênesis 37:5

        Ahhhhhh, o sonho de José…. Se todos nós pudessemos sonhar como José sonhou.

        O que me deixou mais perplexo e feliz foi a simplicidade com que você comentou sobre seus sonhos. Enquanto o sonho de alguns é possuir uma casa com piscina, seus sonhos realizados incluem “Sentir a chuva tocar o meu rosto e molhar os meus cabelos, correndo sem destino” ou “sentar-se próximo ao pequeno jardim da sua casa, vendo o seu espetáculo tão ritmicamente lindo”.

        Sobre o seu maior sonho, preciso dizer… tenho certeza que eu não fui a única pessoa impactada por ele…

        “Desejo ser salvo.”

        Quantas… quantas pessoas, se tivessem a oportunidade de realizar um sonho, pediriam para serem salvos? Quantas pessoas?

        Eu lhe digo… somente aqueles que sonharam como José sonhou, somente aqueles que são pequenos como Davi foi… Somente aqueles que possuem em sua essência a simplicidade de Cristo, a simplicidade de uma criança.

        Muito Obrigado por este comentário, tenha certeza que me ajudou, me impactou e igualmente me fez crescer…

        Forte Abraço,

        Gabriel.

  10. Ola Gabriel como sempre parabens, adorei a leitura, e veio em um momento da minha vida, em que eu estou com uma grande duvida, entre ir atraz do meu sonho ou não, me arriscar ou não, eu tenho um emprego estavel, a mais de um ano, mais nao me sinto feliz, quero abrir meu proprio negocio, ter mais tempo para minha familia, meu esposo e minha filha, mais no fundo tenho medo, medo de nao dar certo, mais no fundo, sei que se continuar onde estou não me sentirei feliz, no momento estou para tomar essa grande decisão.
    Obrigada, seu texto me fez refletir bastante, e me ajudou muito com essa decisão.
    Obrigada e ate mais.

    • Ah Camila, se você soubesse como fiquei feliz em ver seu comentário…

      Feliz, primeiramente, por vê-la mais uma vez aqui… e isto não tem preço.

      “Segundamente”, por ter participado de uma possível reflexão de sua vida pessoal.

      Nossa vida é cheia dessas decisões, não é mesmo? A impressão que tenho é que toda semana temos que tomar várias decisões, que como num efeito borboleta, podem ou não mudar nossas vidas por toda a eternidade.

      Sua insegurança é completamente normal.

      Me lembro de uma vez em que abandonei um emprego por causa de uma idéia, que NÃO deu certo, de fato, deu TUDO errado. No entanto, se você me perguntar se eu voltaria atrás, sem pestanejar diria: “NUNCA”.

      Devido a esta minha decisão (de coragem) outras inúmeras bençãos caíram sobre a minha vida. No começo é dificil, dá medo, mas acredito que o mundo é dos Corajosos… aqueles que mesmo pequenos.. enfrentam Gigantes…

  11. Olá Gabriel, estou me tornando mais uma leitora assídua do seu blog e antes mesmo de começar a escrever já vou logo me desculpando, pq apesar se ser a primeira vez que escrevo aqui, minha prioridade não será apenas te parabenizar por tudo que escreves e por todas as grandiosas mensagens que vc passa através dos seus posts (que, aliás, ja viciei rs’), mas também falar pra vocês que Bruno Freire (nosso Bruninho) é realmente esse ser maravilhoso que mostra ser aqui e eu nao me arrisco em dizer que ele é mais, bem mais que isso! Como costumo dizer a ele, ele é um ser de Deus e não tenha dúvida que você, Gabriel, é sempre muito bem recomendado pelo mesmo.

    Bem, eu não tenho a habilidade espetacular que você, Grabriel, e meu grande brother Bruno tem de lidar com as palavras. Então, vou ficando por aqui pra não cansar você!

    Aaah, já ia esqueçendo.. eu concordo com vc que ele precisa de um blog urgente! rsrs’

    Abraço, fique na paz de Deus (oops, do Super-Pai)!

    • Bruno Alisson Freire Pedrosa

      …Então, hoje só peguei o telefone, antes de ir domir…
      – Alô, Bela Adormecida? Você esta aí? Olha, te deixo essa mensagem na sua secretária eletrônica porque queria saber como você fez para dormir tanto. Acho que foi culpa de uma bruxa, né? Queria dormir por um bom tempo assim… Mas sem bruxa, é claro! Deixa pra lá, talvez deseje isso só por hoje mesmo! Mas ligue-me assim que puder ou então dá uma passadinha aqui… Fique com o Super-PAI. Abraços.Tchau!

      Continua no próximo episódio… Com final feliz, amém!

      Eu ia colocar um monte de sinais de risos aqui, porque foi a primeira coisa que me aconteceu quando vi minha super-amiga (Liege) me elogiando… Mas antes deixa eu falar… tive um dia não tão bom, que até pedi perdão ao Super-PAI por ter falado tantoooooo com Ele hoje, senti que falei muito mesmo, como nunca antes… Assim, eu nem queria vir para o computador hoje porque queria ir dormir e pronto… esperar que amanhã o sol me desse um pouquinho do seu brilho pra me fazer caminhar em um novo dia! Mas lembrei que a mocinha, que já citei aqui, tinha me ligado dizendo que havia novidade aqui no blog do senhor Gabriel. Não sabia que ela tinha comentado sobre mim… Em consideração por ela, vim! Ainda bem que vim… Me ajudou muito… Fiquei feliz, pois, quem não gosta de alimentar o ego com elogios? Mas, lógico, sem deixar o orgulho infectar nossa alma!

      Liege, você foi o meu lencinho que enxugou minhas lágrimas hoje… Lembra do meu comentário ali em cima? Ah, e olha o blog do Gabriel sendo ferramenta do Super-PAI para me alegrar *-*… Sim, e maravilhosos são aqueles que me oferecem uma mão firme para me levantar, dizendo: “Conte comigo… SEMPRE!”

      Pronto, agora sorri com gosto. Obrigado, minha amiga!

      PS: Vão fazer uma campanha mesmo é? “BRUNO, FAÇA UM BLOG JÁ!!!” Ah, Gostei da sua homenagem, viu, Lili? “Abraço, fique na paz de Deus (oops, do Super-Pai)!”

      Que o Super-PAI ilumine muitoooooooooooooo todos vocês!
      Abraços.

      Bruno Freire Pedrosa.

      • Bruno!

        rsrs, mais uma vez seu comentário foi digno de risadas e reflexões! kkk.

        Por falar em enxer o ego…rs, a Liege ter ligado pra você para avisar sobre novidades no blog (ela havia comentado provavelmente) é extremamente interesante! este blog foi motivo para uma ligação telefonica! rsrs.

        Sabe o que é maravilhoso? é ver vocês conversando, ver vocês interagindo… esboçando carinho, por meio deste blog. Isso não tem preço.

        A ferramenta, Bruno, não é este blog…

        As ferramentas são vocês!

        Sobre a campanha… já estou mandando imprimir os panfletos!

    • Oi Liege! tudo bem? – primeiramente, perdão pela demora em responder seu comentário, essa está sendo uma semana corriiiiiiiiiiida…rs.

      Enfim, você não sabe como fiquei feliz em lê-lo. Ter mais uma pessoa para ler este blog é ótimo, uma pessoa que diz essas palavras então…. é.. sem comentários.

      Pelo que pude perceber você é uma pessoa bem proxima ao Bruno. Está sendo muito bom tê-lo aqui … seus comentários só fazem enriquecer nosso dia e nossas vidas.

      PS.: Não dá pra cansar de um comentário como o seu! rs.

      Muito Obrigado, do fundo do coração..

      Gabriel.

      • Bruno Alisson Freire Pedrosa

        Hahahahaha! Foi, Gabriel, Liege me ligou dizendo que havia uma novidade… acho que por volta das 11:00 p.m. não foi, Lili? kkkkk!! Pois é! Seu blog foi motivo de ligação SIM! Hahahaha! Ela é muito próxima de mim… DEMAIS! Somos muito amigos! E ela disse que sou isso tudo aí, mas acho que ela exagerou… Ela é uma pessoa excelente… EXCELENTE! Eu a adoro… Hahaha! Ah, e trouxe mais uma para ler suas magníficas palavras! Enfim, agora deixa eu tirar um cochilo ali! Hahaha!

        Fiquem com o Super-PAI!

        Bruno Freire Pedrosa.

      • Bruno Alisson Freire Pedrosa

        Eu esqueci de dizer! Aff! Hahaha! Hoje comentamos sobre o seu blog… Sempre falamos “Será que o Gabriel escreveu algo novo?” Ela até me manda mensagens quando sai um post novo… E então, depois que lemos, comentamos sobre seus textos… Você tem que ver… Na universidade ficamos feito dois abutres rondando o seu blog em busca das suas palavras carnudas e fresquinhas… (só pra dar sentido aos abutres, viu? PALAVRAS CARNUDAS e FRESCAS)… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!! PUTZ, Essa metáfora foi ÓTIMA! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!! Imaginei a cena… Quer dizer, eu acho… hahaha! Enfim, pronto, agora deixa eu ir que meus olhos já estão brigando comigo, dizendo que a cama os chama… Haha!

        Fiquem com o Super-PAI (OFICIALMENTE!) Hahahaha!

        Bruno Freire Pedrosa.

      • Hhahahahaha,

        Poxa que bacana que vocês conversam tanto assim sobre este humilde, tosco e mau escrito blog… mal escrito blog…. hummm mal com L = bem, mau com U = bom… ahhh verdade! hahahahahha.

        Daqui a pouco to chamando ela de Lili também! haha deixa só ela comentar mais um pouco pra ver!

        Abutres…PALAVRAS CARNUDAS e FRESCAS… hahah

        Ótima metáfora..

        Vocês não sabem a responsabilidade que me deram agora, estou justamente decidindo o tema do proximo post…rs

  12. Passando só para dar um oizinho mesmo.
    Motivo: preciso viver os meus sonhos…hehe

    Texto ótimo. Abração.

  13. “Quem olha para fora sonha,
    quem olha para dentro de si, desperta”

    Tenho essa tattoo nas costas 😉

  14. Post muito bom gostei !! parabéns.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s