Mude sua História, Mude sua Vida

Quando eu tinha 23 anos, tive uma grande mudança na minha carreira. Foi um grande passo naquela época, eu quintupliquei meu salário e achei que havia chegado perto do auge do sucesso – com 23 anos… claro.

Eu sou Analista de Sistemas e trabalho com Sistemas de Gestão Empresarial, mais precisamente SAP R/3 (Não durma, já vou parar de falar disso). É uma tecnologia bastante cara no mercado, e na época eu tinha só 6 meses de experiência com ela. Quando fiz aquela guinada na carreira acabei indo parar em um projeto desconhecido, com um cliente desconhecido, trabalhando para uma consultoria desconhecida. Eu era inexperiente e o cliente era exigente. Eu não podia dizer que não sabia fazer e o cliente não podia saber que eu não sabia fazer.

Eu me sentia vazio, sem experiência, atrasado, burro, incapaz e só estava esperando para que as outras pessoas chegassem à mesma conclusão.

Minha batalha era contra ansiedade e medo, ambos eram constantes. A diferença era que um me atacava de dia e outro à noite. Sempre tive problemas com suor excessivo nas mãos, desde o ensino médio. Neste emprego, ao ficar nervoso, eu poderia encher baldes torcendo-as. No caminho para o trabalho, quando faltavam uns 5 minutos para entrar na sala eu iniciava um processo de secagem esfregando-as freneticamente na minha roupa, para que ao cumprimentar meus colegas eles não pensassem que minhas mãos estavam derretendo.

Eu troquei de projeto, troquei de cliente, troquei de cidade e o problema persistia.

Na vida estamos quase sempre rodeados por pessoas que sabem mais do que nós, no entanto, ao invés disto ser um problema, deveria ser um motivo a mais para aprendermos – isso curiosamente não acontecia comigo.

Num determinado momento, percebi que o problema não estava no meu corpo, no que eu sabia ou no que eu deixava de saber. O problema estava na minha cabeça. Eu estava contando a mim mesmo uma história. Minha história era assim:

Você é muito jovem para este trabalho. Pior, você não tem a menor experiência. Quem você acha que está enganando? Seus colegas de trabalho, o Cliente ou a empresa que te contratou? É só uma questão de tempo até todo mundo descobrir a verdade. Quando isso acontecer, você estará na rua – lugar de onde você NUNCA deveria ter saído.

Eu nunca diria isso em voz alta, mas era a música ambiente que ficava tocando na minha cabeça 7 dias por semana.

As coisas só começaram a mudar quando eu tomei ciência do conteúdo da minha história e tomei controle de sua narrativa. Desde então, eu digo a mim mesmo uma história diferente.

Quase todos os problemas que enfrentamos na vida adulta têm alguma raiz lá atrás, na nossa infância. E este, definitivamente trazia a tona várias más lembranças. Um sentimento de inferioridade começou lá pelos meus 12 anos, foi alimentado por pessoas em minha volta sem o menor tato ou bom senso, por má sorte ou porque eu mesmo queria alimentá-lo. Percebi que poderiam haver ótimas razões para estes sentimentos, porém no final, elas sempre produziam um resultado terrível.

Mude sua História, Mude sua Vida.

Encontrei 5 maneiras para tomar o controle da voz na minha cabeça:

1. Reconheci a voz na minha cabeça. Não importa de onde ela está vindo (seus pais, um professor, um amigo); Reconheça que isto está acontecendo.

2. Peguei um papel e anotei o que a voz estava dizendo. Talvez seja algo como:

 – “Você é muito jovem.”

 – “Você é muito velha.”

 – “Você não tem experiência o bastante.”

 – “Você não tem a experiência correta.”

 – “Você não tem altura suficiente.” – essa é boa.

 Pode ser qualquer coisa, ouça atentamente e anote cada palavra.

3. Tentei avaliar qual a força da minha história. Ela está permitindo com que você realize seus objetivos ou impedindo você de fazê-los? Seja honesto. As vezes nós ficamos viciados em nossos problemas e nas histórias que eles criam.

4. Escrevi uma história diferente. Não estou falando de um monte de pensamentos positivos como naqueles livros de 2.876 segredos das pessoas mais felizes. Estou falando sobre contar a você mesmo a verdade. Talvez, seja somente uma questão de mudança de perspectiva.

5. Comecei contar a mim mesmo a nova história. Toda vez que o narrador começar a contar a história velha, pare-o. Diga, “Não! é mentira. A verdade é…”. Repita a nova história.

Quando eu percebi que isto estava acontecendo comigo, eu criei uma nova história. Funcionou desta maneira:

Sim, você é MUITO jovem, praticamente um muleque, aliás, você tem cara de muleque! Em contra-partida, isso te dá muita energia, muleques têm muita energia. Você também não tem muita experiência, o que torna as coisas mais fáceis para você ver alguns problemas por uma outra perspectiva. Deus nunca lhe dará um fardo que você não conseguirá carregar. Mesmo se você falhar, aprenderá algo disto. Você não pode perder, não tem nada a perder. A não ser que você desista e desistir pela metade é fracassar totalmente, você definitivamente não é um desistente.

Isto muda tudo. TUDO. Não acontece da noite para o dia, na verdade, todo dia em que acordo preciso escrever essa história na lousa – como o Bart de castigo na abertura de “Os Simpsons”.

Sua vida é um livro, as páginas estão em branco, então escreva-as. E se por um acaso já tiverem sido escritas e você não gostar do que ler, apague tudo jogando-as no mar do esquecimento e escreva-as novamente – se Deus é capaz de fazê-lo, por que cargas d’água você não é?

Anúncios

37 Respostas para “Mude sua História, Mude sua Vida

  1. Cara, antes de tudo. Estava ancioso para saber oque sairia de voce depois de suas ferias no Rio. kkkk
    Inesperiencia e muito ruim, mas quando voce trabalha em um local onde eles te cobram experiencia que voce nao tem e pior ainda. Inesperiencia e boa qndo vc trabalha em um local que seu chefe sabe que vc nao tem e te da uma chance de aprender, logico que nao era o seu caso. Sobre suas maos, isso acontece comigo qndo eu ‘tento’ chegar em uma garota, serio, nunca em minha vida, com 21 anos, cheguei em uma garota, pra ficar nem nada, e tenho medo disso, medo de fracassar de nao agradar e de ser taxado fraco. mas pensando bem eu so vou mudar isso qndo tentar e dizer a mim mesmo, vc consegue. dia desses me dei conta, sou solteiro por opcao. isso mesmo, percebi o quanto sou legal carinnhoso, e tenho cultura.
    qnto a voz, penso assim: esqueca ela e deixe acontcer. Deus esta agindo com vc, se ele achar que naquele momento vai dar tudo errado e pq ele prepara algo pra vc,certeza!
    lembrei de uma frase q meu irmao sempre diz: “Ainda ouço Deus sussurando em meu ouvido: Calma, o melhjor da sua vida ainda esta guardado, tenha paciencia !”

    Ate mais cara, otima leitura as 02:29 de terça feira.
    Felicidades
    Fica Com Deus !!!

    • Diego, primeiro e mais importante: Com o coração abarrotado de humildade venho por meio deste lhe pedir desculpas pela demora na resposta do seu comentário. Não vou me “desculpar” com problemas pessoais ou afins, mas somente render-me a você num desesperado pedido de perdão!

      Pronto? Já jogou minhas falhas no mar do esquecimento!? Então vamos lá… rs.

      Então você também tem o problema com as mãos!rs. Ótimo eu não ser o único na face da terra. Sobre chegar em garotas…

      Bem.. eu não posso dizer que sou um expert nisso, pois quando tinha 21 anos era exatamente como você. Aliás, até meus 18 e pouco eu nem ligava muito para garotas, era muito tranquilão. Eu tinha paixonites, mas nada … nada que me fizesse sair do sofá e tomar alguma decisão.

      Mas tudo tem seu tempo, tempo de plantar e tempo de colher, quem sabe ainda não chegou sua hora de colher?

      Ser solteiro por opção é melhor do que você pode imaginar. E acredite, depois que você se casar sentirá saudades desses momentos rsrs. Claro que o casamento é uma benção de Deus e recomendo a todo ser humano rs. Se eu pudesse, teria me casado ainda mais cedo.

      Muito Obrigado pelo seu comentário! – mais uma vez 😉

      Forte Abraço,

  2. Bom dia Gabriel. Ótimo texto. Sem comentários por enquanto. Assim que der volto por aki. Bjss!

    • Drika, primeiro e mais importante: Com o coração abarrotado de humildade venho por meio deste lhe pedir desculpas pela demora na resposta do seu comentário. Não vou me “desculpar” com problemas pessoais ou afins, mas somente render-me a você num desesperado pedido de perdão!

      Pronto? Já jogou minhas falhas no mar do esquecimento!? Então vamos lá… rs.

      Obrigado pelo elogio!rs
      Abraço!

      • Bom… na verdade num joguei no mar do esquecimento, uma vez que tenho memória de elefante (acredite, tenho mesmo!). Mas, sem esquecer do seu desaparecimento (que ainda espero uma explicação) te perdoo! Abração!

  3. Muito bom mesmo, especialmente porque estou passando por um momento parecido e hoje foi ótimo e muita “sorte” este texto ter aparecido para mim!!!
    São palavras e experiências como essas que nos ajudam a dar uma nova guinada para continuar um pouco mais!

    Parabéns sempre!!!!

    Bjs

    • Tatiane, primeiro e mais importante: Com o coração abarrotado de humildade venho por meio deste lhe pedir desculpas pela demora na resposta do seu comentário. Não vou me “desculpar” com problemas pessoais ou afins, mas somente render-me a você num desesperado pedido de perdão!

      Pronto? Já jogou minhas falhas no mar do esquecimento!? Então vamos lá… rs.

      Fico muito feliz que este texto tenha te ajudado de alguma forma…

      Espero que tudo tenha dado certo! 🙂

  4. Nunca conheci alguém em minha vida que acordasse pela manhã e dissesse: “Bom, hoje eu quero ser um derrotado!” De fato, não pronunciamos esta frase. Mas isso não quer dizer que não queremos ser derrotado, pois tão certo como a lei da gravidade, nossas atitudes falam mais do que qualquer palavra pronunciada.

    O subconsciente é algo fantástico, ele é capaz de influenciar você contra você mesmo, e na sociedade de hoje é muito comum termos pessoas que se auto-destroem. Atenção jovens que estão buscando uma carreira – psicologia é a profissão do momento e do futuro (rs) Nunca façam CONTABILIDADE….rsrsrrsrsrs ..brincadeira!! kkkk

    O que nos leva a derrota é um conjunto com muito fatores como por exemplo:

    O “EU SOU”
    _ Eu sou negro, eu sou gordo, eu sou feio, eu sou burro, eu sou magro, eu sou pobre, eu sou especial, eu sou baixo, eu sou incapaz, eu sou adotado, eu sou tímido, eu sou diferente… etc etc…
    “EU NÃO TENHO”
    _ Eu não tenho condições, eu não tenho faculdade, eu não tenho inteligência, eu não tenho pai, eu não tenho mãe, eu não tenho dinheiro, eu não tenho nada…etc etc etc..
    “EU NÃO VOU”
    _ Eu não vou conseguir, eu não vou chegar, eu não vou fazer…etc, etc.. etc

    Todos esses fatores ditados pelo nosso subconsciente é conseqüência de algo que a sociedade determinou em nossa volta que nos faz sentirmos pressionados a estarmos dentro dos padrões e isso nos deixa depressivos, com baixa estima etc.

    Vamos apresentar agora um modelo de sucesso, o sucesso não tem padrão, ele tanto pode ser algo comum e viável como pode ser completamente estranho, primeiro passo é você ignorar os “EU SOU, EU NÃO TENHO, EU NÃO VOU” da sua vida. Sim! Eles existem mas nesse momento você só vai ignora-los, Uma vez que você elimina os entulhos que nos impedem de caminhar descobrimos coisas novas sobre nós mesmos. Nós sabemos que existem certos fatores acima que dificultam um pouco a caminhada, mas todos nós temos dificuldades especiais, dificuldades existem para serem superadas, e você existe para provar isso para todos, pois você é imagem e semelhança de DEUS, você veio para vencer, foi feito para conquistar, você foi o melhor entre 180.000.000 pois em uma relação sexual esse é o numero em média de espermas, mas na corrida entre 180 MILHÕES muitos se perderam, outros morreram no caminho, mas você venceu, foi o único, o ÚNICO entre os 180mi. que conseguiu!

    Agora pare de reclamar da vida, pare de achar que tudo para você dá errado, porque todos nós temos apenas uma oportunidade na vida, e quando ela aparece ela pode ser bem pequenininha, mas se você estiver atento, focado e determinado você pode enxergá-la e nada e ninguém neste mundo pode derrotá-lo. Porque você é um vencedor, saiba disto! E nada! Sua aparência ou o seu passado ou a sua história triste de chorar, ou qualquer outra coisa pode te impedir de ser um vencedor. Quando você ignorar suas características que te seguram na derrota, você explorará caminhos novos e descobrirá que suas características eram apenas “características”

    AGORA eu tenho um segredo para contar a vocês… ser campeão não é o suficiente, vencer nessa vida não é tudo, nem sempre alcançar o sucesso traz a tão esperada felicidade, existem muita pessoas bem sucedidas e infelizes. Mas se você estiver ao lado de CRISTO você pode receber um título novo, o qual diz que você será:

    “Muito mas que vencedor, terá vida eterna, será filho do DEUS altíssimo, e terá paz, amor e a tão esperada felicidade de viver, e receberá a salvação.”

    Não desperdice sua vida, experimente a JESUS CRISTO!

    Parabéns Gabriel!

    • kkkkk o cara que ultrapassar o Gabriel em qtde de palavras kkkk boa Thiago.. dps eu que sou competitivo… kkkkkkkkkkk

      • Thiago Segantin

        kkkkkkkk…. cara vc nem participa desse blog..sai fora!!.. sua palavra aki não tem credito…kkkkkkkkkkkkkkkkkk…..e “sim” vc é competitivo..kkkkkk

    • Thiago, primeiro e mais importante: Com o coração abarrotado de humildade venho por meio deste lhe pedir desculpas pela demora na resposta do seu comentário. Não vou me “desculpar” com problemas pessoais ou afins, mas somente render-me a você num desesperado pedido de perdão!

      Pronto? Já jogou minhas falhas no mar do esquecimento!? Então vamos lá… rs.

      É… a briga aqui foi boa! rs.

      Mas, fora as brincadeiras, é uma honra você tentar escrever mais nos comentários do que eu escrevo nos posts rsrsrs.

      Você complementou o post mais uma vez de uma maneira particular.

      “Muito mas que vencedor, terá vida eterna, será filho do DEUS altíssimo, e terá paz, amor e a tão esperada felicidade de viver, e receberá a salvação.” – vamos aplaudir de pé?

      A vida é muito curta… muito, não vamos desperdiça-la tentando viver por nós mesmos.

  5. jupalhoto@yahoo.com.br

    kkkkkkkkkkk o blog é publico e eu estou inscrito nele – o que me dá direito de publicar de acordo com a lei encontrarada escrita no pergamino juntos com outros tesouros que estavam no “Baú do Tobias” no antigo Járdim do Éden que devido ao dilúvio encontra-se no mediterrâneo entre o continente da Áfria e o Oriente Médio… quer mais argumentos?? kkkkkkkkkkkkk

  6. Bruno Alisson Freire Pedrosa

    Um diretor… Era tudo que eu precisava.

    Capítulo 1: Press start. (Apertamos o botão que dá início… eis então a vida!)

    Começar a vida, sem exatamente saber o que ela é… qual o seu significado, função… preciso apenas crescer. Atingir uma determinada idade para ver que ela é um espetáculo, mas, claro, se eu, o protagonista, decidir fazer dela esse tal espetáculo… Espero não tropeçar quando as cortinas se abrirem…

    Cresci…

    Capítulo 2: First step.

    Here I go… então o mundo decide me “acolher”… Limpo meus pés na entrada, num tapete que diz: Welcome (linguagem universal). Garanti um acesso a este paraíso. Ok, beleza, estou realmente inserido.

    Capítulo 3: Me auto-modelando.

    Então, o mundo (personagem fundamental na minha história) diz que tenho que começar a me moldar, para que eu possa me encaixar nas entranhas deste. Ele diz que devo abrir mão de algumas coisas, principalmente, alguns sentimentos. Será que ele quer que eu me transforme num robô?

    – Ôh, seu mundo, mas e se eu não quiser fazer isso que o senhor tanto deseja?

    Ele responde exalando hostilidade:

    – Meus filhotes, que vivem espalhados sobre mim, irão te rotular como incapaz, medíocre, até infectarem o seu cérebro… Minha voz permanecerá dentro de sua cabeça… Saberás, simultaneamente, que pertences a uma lata de lixo.

    Simplesmente me calo.

    Capítulo 4: Será que isso tudo é verdade?

    O mundo consegue predominar em minha mente… Ela já não funciona conforme ordeno. E aqui estão os sintomas desta doença: descontrole, medo, nervosismo… por que não dizer estado vegetativo? Senti que parei… Eis a questão: “Sou mesmo incapaz?”

    Capítulo 5: A solução

    Sim, existe. Alguém entra em minha vida… Digo que seja um novo Protagonista. Ele me faz refletir. Enxergar. Chegar a ter ciência de que sou EXATAMENTE o contrário do que o senhor acima citado me disse que eu seria. SOU CAPAZ.

    Capítulo 6: Recording (regravando)

    Após me dizer quão capaz eu sou, Ele me fala de sua profissão… Ele é um diretor de vidas.

    – Posso dirigir sua vida, meu rapaz?

    Simplesmente senti que podia… SENTI e pronto. That’s all! Então Ele me dá uns “toques” de como agir nas mais diversas cenas do meu filme: VIDA. Antes, na verdade, precisava retirar aquela voz insuportável que passava a me atormentar constantemente. Com algumas doses de auto-confiança (suficientes para me fazer levantar a cabeça, sem chegar ao ponto de overdose, o que traz o orgulho) a voz de repente some… Ele me passa um lápis e me diz:

    – “Toda vez que o narrador (a voz) começar a contar a história velha, pare-o. Diga, ‘Não! é mentira. A verdade é…’. Repita a nova história”… Com o lápis que te dou, podes construir tua nova história dia após dia… Só espero que escrevas corretamente… Eu posso te orientar, caso você queira.

    Capítulo 7: A solução é mesmo encontrada.

    – Meu jovem, quero te dar uma lição… saiba que tua experiência vai se construir entre minhas mãos, vou depositá-la no teu coração, não importa o teu tamanho ou tua idade… ou como os outros te julgam. Serás um grande operário de minha obra… Me orgulharei de ti. Enquanto isso, desejo que continue escrevendo diversos capítulos nas linhas que tracei para ti. Aqui está uma borracha, talvez você precise para apagar algo que não te satisfez. Saiba… você é HÁBIL e CAPAZ… afinal de contas, tu me representas. Sou o conceito de CAPAZ.

    Capítulo 8: Ele diz: Continue a escrever novos capítulos…

    Hoje escrevo conforme Ele deseja… Ele segura minha mão para escrever cada palavra, assim como uma criança é ensinada por sua mãe numa simples lição da escola…

    Quando estamos em Deus, automaticamente ganhamos o selo de CAPACIDADE.

    É isso Gabriel, somos seres humanos – podemos ser, até, vulneráveis, porém EXTREMAMENTE CAPAZES. Possuímos um poder de determinação que deve ser alimentado em cada momento que inspiramos o ar puro. Devemos converter isso em força… Existe uma arma que devemos despertar conforme os dias se passam… uma ferramenta que nos ajudará, passo a passo durante o caminho da vida: FÉ. Ela nos fará andar SEMPRE do lado dAquele que nos faz capaz… Do lado dAquele que acredita, sem dúvidas e com muito AMOR, no potencial de cada um que a Ele se entrega… Como recompensa disso, ganharemos um troféu da categoria “FELICIDADE CONSTANTE.”

    Fiquem com Ele: Super-PAI.

    PS.: Liege me fala muito essa frase: “Deus nunca lhe dará um fardo que você não conseguirá carregar.” Ela sempre me estimula…

    Bruno Freire Pedrosa.

    • Bruno, primeiro e mais importante: Com o coração abarrotado de humildade venho por meio deste lhe pedir desculpas pela demora na resposta do seu comentário. Não vou me “desculpar” com problemas pessoais ou afins, mas somente render-me a você num desesperado pedido de perdão!

      Pronto? Já jogou minhas falhas no mar do esquecimento!? Então vamos lá… rs.

      Eu fico perplexo e muitas vezes surpreso com a sua criatividade. Incrivel, Incrivel. Ao ler Seu comentário (ou seria um NOVO POST, um novo texto que nem mesmo precisa do post original para sobreviver?) fui me lembrando de quando escrevi o texto da Roda Gigante.

      Acredito que este comentário, foi sem dúvida um dos seus melhores neste Blog (zuado, como disseram ali para baixo rs).

      Eu não sei lhe dizer com precisão quantas pessoas leram este post ou seu comentário, mas de uma coisa tenho certeza, quem leu com certeza parou e pensou. O que acredito que foi uma dos principais objetivos que você tinha quando começou a escreve-lo.

      E mesmo se ninguém mais o tivesse feito, eu o teria e ainda assim.. lhe digo: Valeu a pena!

      Obrigado pelo comentário meu querido!

      Forte Abraço,

  7. Não li o texto, estou muito cansada, mas estou fazendo o possível (sei que posso muito mais), dentro dos meus limites para mudar minha vida, razão pela qual estou cansada hoje….rs Médico, curso, ainda fui visitar dois pontos turísticos (RJ não terminam nunca os lugares para se ver), tudo isso com os minutos contados. Resultado: esgotada!

    Abraço.

    • Patricia, primeiro e mais importante: Com o coração abarrotado de humildade venho por meio deste lhe pedir desculpas pela demora na resposta do seu comentário. Não vou me “desculpar” com problemas pessoais ou afins, mas somente render-me a você num desesperado pedido de perdão!

      Pronto? Já jogou minhas falhas no mar do esquecimento!? Então vamos lá… rs.

      Percebo que você tem lutado bastante ultimamente. Tenho certeza de que você realmente está fazendo o possível… Mas não se preocupe, porque o impossível Ele está fazendo por você.

      Abraço,

      • Tranquilo. Eu tb. ando sem tempo, mas confesso que alguns passeios meus têm sido uma forma de fuga, mas pelo menos estou saindo, o que é bom. Estou me recuperando de umas coisas, mas minha mãe está doente (a coisa é séria…).

        E nada como ir ver a árvore da Lagoa hoje e a câmera pifar…..rsrsrs

        Vantagem: sou carioca, posso voltar lá outro dia. Minha colega tb. tirou com as delas, aí vou juntar tudo quando ela me passar. Fiz uns vídeos para ajudar, não devo voltar lá de novo não.
        Imagine se a câmera tivesse pifado em Londres? rsrs

      • Ahhhh odeio problemas com Camera..

        Uma vez, Vanessa e eu fomos para Buenos Aires e encontramos um casal que depois de 30 dias viajando… passando por Buenos Aires, Chile, Bariloche… etc, tiveram a camera roubada…

        Ve se pode?!

        Vem cá… já que vc é carioca e tudo…

        Você tromba com muitos artistas nas praias?!rs, pq nas novelas eles vivem aí na rua… Mas quando eu vou pro RJ a maior personalidade que eu encontro é o Cristo Redentor…

  8. Blog zuado!..kkkkkkkkkkk

  9. olha eu reapareci! rs 😀
    Primeiramente.. Gabriel voce não sabe como esse post me fez bem, e só Deus sabe o quanto eu precisava ler isto! (:
    Por isso um muito obrigado! 😀
    Parabens pelo otimo post como sempre
    abraço!

    • Tamih, primeiro e mais importante: Com o coração abarrotado de humildade venho por meio deste lhe pedir desculpas pela demora na resposta do seu comentário. Não vou me “desculpar” com problemas pessoais ou afins, mas somente render-me a você num desesperado pedido de perdão!

      Pronto? Já jogou minhas falhas no mar do esquecimento!? Então vamos lá… rs.

      Simm! você reapareceu!

      Nossa que bom saber que você leu e que te fez bem! 🙂

      Muito Obrigado por ter vindo aqui pra dizer isso… me fez muito bem saber!

      Forte Abraço,

  10. Muito bom Gabriel, mas cara não entendo como você pode se considerar não capaz de fazer aquilo que Deus te permitiu fazer, afinal desde que te conheço e isso já faz algum tempo, você sempre foi competente no que fazia, talvez não com as mulheres, mesmo assim você conseguiu uma grande mulher! Você sempre tão competente, se não fosse por você eu teria feito FAC, realmente velho sou muito grato por isso rsrsrsrsrs… Sinto saudades dos velhos tempos, estava meditando esses dias, como passa rápido, Etec, Soluziona, Wizard, Fatec, enfim, você sempre foi um grande amigo e um dos mais competentes que tenho, tanto que escreve melhor do que eu hahahahaha, olha que escrevo desde os meus 8 anos de idade rs, parabéns meu amigo ótimo textos, fica com Deus e que ele abençoe sua família!!!

    • Rodrigo!

      Poxa, fiquei muito feliz em receber seu comentário, principalmente com as coisas que disse. Eu realmente lhe agradeço pelas palavras, pode ter certeza de que fizeram diferença no meu dia (que até agora não está tão legal assim rs).

      Sobre a FAC hhehe, é nada, você teria chegado na FATEC de um jeito ou de outro, agora… eu não ter me formado lá que foi a grande reviravolta da história rsrs.

      Muito Obrigado mais uma vez pelos elogios, espero que você volte para avaliar meus textos… pois escrever é realmente algo que você faz muito bem!

      Forte Abraço,

  11. Eu tb. costumo sempre dar uma passadinha por aki para ver se há novos textos.

    Agora convenhamos que esse pedido de perdão igual para todo mundo não me convenceu a te perdoar….rsrsrs Foi só Ctrl C + Ctrl V. Não foi 100% de coração….rsrs

    • Patricia,

      Esse pedido foi proposital,

      … para provar para vocês que eu os AMO a cada UM da mesma maneira, do jeitin que Deus ensina!

      rsrs

      Obrigado por ter dado uma aparecida!!! 🙂

      • Respondendo ao que me perguntou lá em cima.

        Eu não moro na zona sul ou Barra (zona oeste), área onde moram e passeiam as celebridades. Quarta na Lagoa (zona sul) até vi uma celebridade de bicicleta. Quando estou por lá até vejo eventualmente.

        Mas até para os moradores da zona sul não acho que eles vejam tanto e quando veem não ficam em cima pedindo autógrafos. As celebridades têm alguns lugares específicos de passeio e os fotógrafos já ficam por lá, por isso dá a impressão de que vc. a cada esquina vê um famoso. Repare que famoso que não gosta de expor a vida pessoal não vai a esses lugares. Muitos dizem que não gostam de serem fotografados e tal, mas fazem questão de ir aos lugares onde sabem que há fotógrafos…

  12. Caríssimo amigo Gabriel. É com muita propriedade que você escreve algo tão valioso: a autoconfiança!!!

    De fato, as teorizações freudianas ou junguianas, de modos diferentes, tentam explicar os fatos remotos que são internalizados na infância (os recalques) e que se manifestam na vida adulta com uma roupagem diferente – na forma de fobias, inibições, manias, dentre outras – e que nem desconfiamos de onde surgiram.

    Mas no final das contas, o mais importante é olhar pra nós mesmos e não supervalorizar nossas fraquezas e dificuldades, mas sublinhar nossas potencialidades.

    Infelizmente temos que conviver com pessoas que sentem prazer em apontar nossos erros como um forte de colecionar aplausos de uma platéia amorfa. Na verdade, são pessoas dignas de pena, quem vive dos sangue dos outros, as quais, etimologicamente, podem ser consideradas sanguessugas, ou seja, ou parasitas cuja vida depende outrem. Mas quem liga, “o inferno são os outros”.

    A motivação negativa talvez até tenha mais efeito sobre nosso aparelho psíquico do que a motivação positiva, pois quando todos duvidam de nós, inclusive nós mesmos, é quando surge o desejo de mostrar do que somos capazes com o entusiasmo e perseverança que os sonhos “inalcançáveis”, na visão dos seres inferiores, requerem para se tornarem palpáveis.

    Por fim, o sucesso é prerrogativa dos que possuem fé, humildade e paciência.

    Um forte abraço. Saúde e muita PAZ!!
    Rodrigo

    • Rodrigo, meu incrivel amigo rodrigo..

      Muito Obrigado por mais este comentário, que por si só poderia ser um post.

      Ainda, veja bem, eu ainda estou maravilhado pela maneira com que você está escrevendo. Se você tivesse um blog eu seria o primeiro a comentar todos os seus posts.

      Hoje, percebo que não é a toa que você chegou onde chegou, que conquistou o que consquistou .

      Por mais que a distância se mostrou um inimigo cruel para nossa amizade, percebo que os laços que criamos no passado são muito mais rígidos do que os Kilometros que dividem nossos estados. Não aguento de ansiedade para receber você na minha casa pela primeira vez…

      Obrigado por gastar minutos da sua vida prestigiando este blog, que com certeza não merecia tanta atencão.

      Forte abraço do seu amigo,
      Gabriel.

  13. Muito bom… (Não digo isso para qualquer blog)

  14. Nossa!!! MUITO BOM MESMO!!!
    Conheci recentemente seu blog por um link no site ocioso… sobre “Uma carta para mim aos 16 anos”.. e PARABENS viu.. muito interessante td.. estou adorando! 😀

    • Oi Rafaela,

      Que bom ver você aqui novamente! 😉

      Digo isso pois acho que já respondi um comentário seu no texto dos 16 anos rsrs.

      Muito obrigado por estar gostando tanto assim. Você não tem ideia o quanto fico feliz por isso…

      Até breve, forte abraço 🙂

  15. Seus textos têm algo especial. Muitas coisas me vieram à cabeça… Coisas positivas, coisas boas. Reflexões. Minhas frases e citações encontraram mais uma inspiração no mundo da leitura. Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s