30 Dias SEM Internet: Uma história de Sobrevivência

Só pra você entender melhor, tudo começou aqui:

Se você já achava que este aspirante a blogueiro era meio lesado das idéias e só estava dando mais uma oportunidade pra ele… bem, acredito que você não vai passar desta: Por que raios, um blogueiro que só tem a internet como veículo de comunicação para suas asneiras, decide ficar… 1 mês sem internet?

Sempre vi pessoas fazendo “Jejum” de várias coisas (entre aspas, pois isto NÃO é jejum de verdade). Um amigo já tentou por 3 vezes ficar 1 mês sem Coca-Cola, em vão. Outro, tentou não ouvir um determinado tipo de música. Minha esposa, uma vez, decidiu ficar 30 dias sem comer pão – Deus, como foi dificil. Eu sei que você está pensando que deixaria de tomar estas ações pelo tempo que quisesse e sem maiores transtornos, mas isso é porque você provavelmente nunca tenha tentado. Tire da sua vida algo que faz todos os dias e você verá o quanto aquilo é importante pra você.

Uma vez, um sábio, muito magrelo e narigudo amigo me disse: sempre que perceber que não consegue viver sem alguma coisa, preocupe-se com ela, pois tem algo muito errado ali. E, posso ser ousado? – pergunta retórica, claro que posso, não é como se você fossee gritar ‘nããão’ agora e eu fosse parar – isto também funciona com pessoas. No início do namoro com minha esposa, se ela saísse da minha vida, voluntária ou involuntariamente eu, sem rodeios, morreria. Assim sem mais nem menos, morreria. Somente após anos de amadurecimento, percebi que nasci sem ela e poderia morrer sem ela. Eu quero isso? Claro que não, ela faz uma lasanha deliciosa. Mas o ponto é: não conseguir viver sem algo ou alguém e se aterrorizar sempre que pensar no assunto não é amor, é doença!

Bem, voltando ao post que está me tirando do fundo do baú da Internet, eu parei pra pensar no que mais me faria falta quando tirado de mim e, adivinha qual foi minha conclusão? Internet, Facebook, Blog, Globo.com, Hotmail, Kibeloco, entre muitos outros. Se eu fosse um médico trabalhando para os “Médico sem fronteiras” na Bósnia, seria mais fácil, mas sou Analista de Sistemas. Viver sem Internet era como colocar um alcoólatra em recuperação pra trabalhar na fábrica da Red Label.

No primeiro dia, abri a página da internet e instantaneamente lembrei-me do propósito que havia feito, fechei prontamente. Ufa, o problema foi que fiz isso involuntariamente 5 vezes durante o dia. No segundo, diminuiu, foram umas duas. Até que do terceiro dia em diante passou a se tornar rotina. Durante este período, como um viciado tratando seu vício, retirei de perto de mim tudo o que me lembrasse internet: ícones, atalhos, links, tudo. Complicado foi lidar com meu celular, mas também dei um jeito nele.

Internet consumia MUITO tempo do meu dia. Muito, muito mesmo, e eu nem percebia – do mesmo jeito que você não percebe. O primeiro benefício? me tornei mais produtivo. O segundo? Passei a “curtir” menos os momentos no facebook e “CURTIR” mais os momentos da vida realanotou essa? Passava tanto tempo pensando como compartilhar um determinado jantar, um passeio, um acontecimento no facebook, que me esquecia de apreciá-lo, degustá-lo e senti-lo. Mas um mês sem internet me trouxe mais do que isso, me trouxe uma nova perspectiva.

Enquanto ouço meu chuveiro gotejando incessantemente no banheiro ao lado do meu quarto, penso: a maioria das coisas desta vida não valem a pena. Entretanto, só temos meios para chegar à esta conclusão, quando tiramos da nossa frente tudo o que embassa os óculos da nossa existência. A maioria das tecnologias só conspiram contra nós mesmos. A internet veio pra aproximar, mas curiosamente acaba por distanciar. A TV veio para entreter, acaba por hipnotizar. Lutamos para pagar coisas que só nos destroem.

Você sabia que um homem saudável pensa – mesmo que involuntariamente – em sexo aproximadamente 19 vezes por dia? em comida são 18 vezes, dormir? 11 longas vezes por dia. Nossa existência já é por si só uma guerra entre Estados Unidos e Rússia, e ainda conseguimos comprar mais armas para os dois lados.

Você poderia desligar o computador agora, pegar uma folha de sulfite branquinha, uma caixa de lápis de cor e desenhar algo ridiculamente retardado. Sim, como um carro sem sentido, com volante dos dois lados, rodas no teto e uma piscina no banco traseiro. Aí então, poderia ir até seu esposo(a), filhos(as), mãe ou pai e entregá-lo dizendo “Oi, fiz um desenho pra você!”. Tudo isso, pelo simples fato de que fazem 20 anos que você não sabe o que é ter seu desenho ridículo elogiado.

Chega de complicar sua vida. Chega de mostrar pra todo mundo o quanto você é FELIZ no Facebook pra não ter que enfrentar sua vida real. Só por não ter a obrigação de mostrar pra todo mundo o quanto você é feliz, já se sentirá mais feliz.

E se assim o fizerdes, tomando uso deste conselho que beira roteiro de episódio dos Backyard Gang, volte. Volte de vez em quando para ler outros capítulos desta novela, que não tem IBOPE pra passar na Globo, mas que a gente sempre vê por aqui! 😉

…. affffffff, horrível essa!

Anúncios

117 Respostas para “30 Dias SEM Internet: Uma história de Sobrevivência

  1. aheuaheuheauheauhe É, realmente, a ultima foi horrível. 😉

  2. Parabéns! Eu me lembro do seu propósito. Dia desses até ia colocar no face que está para fazer um ano que eu conheci seu blog com aquele texto do último dia de vida, mas não escrevi nada porque me lembrei disso.

    Bem, eu sou uma viciada em internet. Sério. Tenho tentado usar menos porque até mesmo a concentração para ler eu perdi. Comprei dois livrinhos cristãos para me motivar. No primeiro dia, praticamente não li nada. Depois peguei e fui lendo mais, claro que tenho outros problemas que me fazem perder a concentração, mas a falta do computador, apesar de depois ter lido rápido, foi e é um problema. Eu lia o livro mas a mente ficava querendo ligar o computador…

    Uma vez fiquei 24 hs sem usar, mas foi difícil. Não deixo de fazer coisas legais reais em troca do uso da internet, não cheguei a esse ponto, mas realmente toma um tempo substancial da minha vida.

    Sempre tem um pretexto para usar, até mesmo para ouvir uma música cristã…Só na rua que não ligo, razão pela qual não tenho notebook e meu celular só serve para falar.

    Mas realmente eu tenho que parar de procrastinar e fazer esse propósito tb., pois atrapalha minha vida. Pelo menos de só acessar e-mail uma vez ao dia, porquei isso eu preciso mesmo.

    Abraço.
    Patrícia

    • Oi Patricia!

      Pois é, você realmente está sofrendo os sintomas clássicos do vicio digital rs.

      É complicado né, a internet te abre tantas possibilidas, TANTAS inúmeras possbilidades que se fechar pra elas pode parecer devastador. Voce se comunica por ela, vc paga contas usando ela, vc ve filmes, vc lê, são tantas opções…

      Mas eu te apoio nessa se quiser provar pra você mesmo que consegue viver sem ela! rsrs – pelo menos por um tempinho.

      Obrigado por mais uma vez comentar 🙂

  3. Cara, primeiramente, seja bem vindo a internet, sei como e ficar sem internet, fui pra Santa Catarina tentar a sorte, mas voltei, fiquei 1 més e 15 dias, quase sem internet, isso porque eu ia as vezes na lan house, mas as primeiras 3 semanas, eu não entrei mesmo, nem pelo celular, foi complicado, e sabe oque me animou? achei bacana, também trabalho com computadores, e me dei conta de que a tv brasileira, e uma bosta, mas também tem ótimos programas, mas achei legal isso, ficar sem internet, dei mais tempo pras amizades e tal, cozinhava, lavava roupas e tal, agora sei como mamãe se sente.
    Novamente, seja muito bem vindo cara.
    Felicidades pra você e sua família
    Fica Com Deus !!!

    • Diego, meu querido DIego!

      Eu realmente me lembro quando você estava indo para Santa Catarina! deve ter sido uma experiência e tanto né 😉

      Especialmente pois neste tempo ficou sem acesso ao mundo digital. Você disse que durante este período deu mais atenção para amizades, cozinhava mais, etc. São justamente estes beneficios que se afastar um pouco da correria digital pode nos trazer, e são maravilhosos analisando por um determinado ponto de vista né?

      Mais uma vez.. te agradeço por TODA a atenção que você dá para este blog e também para mim. Muito obrigado mesmo meu querido!

      Forte Abraço,

  4. É Sr. Gabriel, parabéns pelo seu resultado, hoje realmente a internet e tudo nela tornou-se um vício lucrativo para poucos e como todo vício, prejudica muitos, mas ainda assim podemos usá-la para o bem, como todo utensílio doméstico bem utilizado, afinal vocÊ também pode matar uma pessoa com uma faca de cozinha, mas pode cortar seu pão no café da manhã, não que eu seja um defensor da internet, estou mais para viciado, mas sou adepto que tudo tem os dois lados da moeda, você mostrou um, que vícia, prende e inútiliza a pessoa, mas tem aquele que divulga, educa e organiza levantes por liberdade como o do oriente médio nos tempos atuais, bom tudo tem dois lados, só depende de quem utiliza escolher para que lado vai pender…

    E vocÊ ainda não ganhou de mim, afinal, estou mais ou menos a 12 anos sem comer carne, não qeu carne fosse essencial na minha vida, me faz falta, mas consegui hahahahaha, parabéns pelo texto, você está me devendo uma visita, apareça mais vezes em Hortolândia, boa quinta e a gente se encontra por ai…

    • Maldito Shift! Só os observadores entenderão rs…

    • Senhor Temóteeeeeeo! quanta honra recebê-lo aqui!

      Concordo totalmente com o o que você disse. Tudo tem dois lados, um lado bom e um lado positivo. Coisas que nasceram para o beneficio das pessoas podem se votar contra elas, ou vice-versa, algo que nasceu para o mal das pessoas pode passar a ser utilizada para o bem.

      Acredito que em tudo na vida deve haver limites, um equilibrio. tudo o que é demais, tudo o que passa do ponto certo se torna maléfico, até dinheiro, não é mesmo?

      Mas sem dúvida a internet educa, dissemina informação, torna nossa vida MUITO mais prática, útil dentrou uma infinidade de beneficios. Só precisamos saber usar 😉

      Obrigado pelo seu comentário e com certeza, vamos marcar de nos encontrar para relembrar os tempos do colégio técnico, estava lembrando aqui quando ficamos de DP em Delphi juntos…affffff que situação! rs

      Abraços!

  5. “…só temos meios para chegar à esta conclusão, quando tiramos da nossa frente tudo o que embassa os óculos da nossa existência.” Falou tudo Gabriel! Parabéns por vencer seu próprio desafio!

  6. bem vindo de volta….

  7. Parabéns,você conseguiu!!!e bem vindo de volta rs
    Eu também já consegui um progresso bem grande referente a internet e continuo tentando,
    uma parte em especial do seu texto me chamou atenção:”Somente após anos de amadurecimento, percebi que nasci sem ela e poderia morrer sem ela”,precisamos colocar esta frase em prática,muitas vezes sabemos disso mas não aplicamos em nossas vidas,eu principalmente preciso aplicar mais a partir de hoje!!fazer valer mais a pena os momentos reais e não virtuais,fazer a vida ser menos superficial,mais toque,mais olhar,mais gestos de carinho!!!Valeu mais uma vez!!!!e estamos no aguardo de mais histórias interessantes
    Bjs

    • Oi Tatiane! muito obrigado!!!! 🙂

      Realmente esta frase que você mencionou pode parecer bastante forte e até mesmo forçada, mas é a realidade né. Colocar isso em prática não é algo fácil, mas em alguns casos pode ser libertador.

      Muito Obrigado por ter se lembrado de passar por aqui mais uma vez viu 😉

  8. Parabéns amigo por essa atitude. Com certeza deve ter sido bem difícil…rsrsr…..
    Mas estou feliz por você estar de volta aqui no seu blog, pois estava com saudades dos seus posts…

    • heheh Ariane, desculpa, é que eu vim aqui responder seu comentário e me lembrei que já enviei ele pro seu esposo com aquela piadinha hehe

      Bem, Obrigado por mais uma vez ter vindo aqui dizer o que pensa, isso faz muita diferença. Obrigado meeeeesmo!

  9. Amei seu post Gabriel!
    E concordo plenamente com você!

  10. Eu queria deixar bem claro que “não concordo”, achei o texto um pouco tanto preconceituoso, o face book é problema de quem usa, se não gosta não use! Quem vive sem algo importante no dia dia, não é melhor que ninguem! ….. (aqueles caras que relembra o clima dos posts anteriores) …. pegadinha do malandro!!!! NARIGUDO E MAGRELO É A …….. !!!!!! … Jovem eu te desafio a ficar sem “cartão de credito” por 3 meses! haaa…. kkkkkkkkk

    • HAHHAHAHHA, você conseguiu, quem começar a ler o seu comentário tem plena certeza que você está falando sério!

      Ahhh chega de briga né, neste texto não tem como causar polêmica rsrs.

      Desculpe pelo narigudo e magrelo, mas vc sabe que é de coração 😉

      Sem cartao de crédito? eu fico, mas faz esse desafio para aquela que usa uma aliança no dedo com o meu nome!!!!!!!!!!

      Abraço – devolve minha camisa branca!

      • Thiago segantin

        Assim que vc devolver …é ….vamos lá: meu terno, meu sobre tudo, minha camiseta azul, meu chinelo havaianas, meu livro, nossa..tudo que vc tem é meu na verdade! ….aff..rsrs

      • Todos estes itens se encontram sob uso capião, meu jovem! Além do mais, só começo a te devolver algumas coisas quando vc pagar o jantar do Outback referente a comemoração do emprego que consegui pra você! 🙂

  11. Bruno Freire Pedrosa

    “…a maioria das coisas desta vida não valem a pena. Entretanto, só temos meios para chegar à esta conclusão, quando tiramos da nossa frente tudo o que embassa os óculos da nossa existência.” Essa foi supimpa, mano!!! Foi uma das minhas favoritas… agora a última, Gabriel, foi ruim mesmo: sinceridade mode ON! kkkkkkkkkk!!! Mas não se preocupe, não afetou a sua mensagem… que garanto foi uma ótima experiência compartilhada aqui.

    Pois é, meu caro, ontem eu caminhava com Dona Vera (amiga minha) e falava exatamente isso de “óculos da nossa existência”. Encontro todos os dias muitoooooooooos deficientes visuais, não digo que sou o que melhor enxerga, mas pelo menos Deus fez uma cirurgia em meus “enxergadores” e eu comecei a ver melhor o sentido da vida… E cada dia busco aprimorar essa visão que necessita ser cada vez mais microscópica pra fazer da vida algo macroscopicamente maravilhoso! 😡 kkkkkkkkkk!! Espero que tenha voltado com tudo e muito mais…

    Fica com Deus. Abraços!

    • Sinceridade MODE ON! ahhaha, gostei dessa!

      Tá certo.. tá certo.. eu logo percebi que o tiro tinha saído pela culatra!

      Essa frase ficou legalzinha né? Mas gostei também muito do seu termo: “Encontro todos os dias muitoooooooooos deficientes visuais” – existem inúmeros deles. Nós mesmos nos tornamos deficientes visuais por vários momentos durante nossa vida. Aí vem Deus, dá um tapão na nossa cabeça e voltamos a enxergar 😉

      Obrigado sempre complementar a idéia do post de uma maneira brilhante!!!

      .. e também pelas calorosas boas-vindas!

      Abraços querido, fique com Deus! 😉

      • Bruno Freire Pedrosa

        Hahaha!!! Deixe de onda! Seus posts já carregam a essência suficiente pra serem considerados EXCELENTES!

        “Nós mesmos nos tornamos deficientes visuais por vários momentos durante nossa vida. Aí vem Deus, dá um tapão na nossa cabeça e voltamos a enxergar”, concordo, claro!!! 😉

        Abraços!

  12. Belo post cara, gostei mto, mas acho que não conseguiria colocar isso em prática, mas acho que um pouco de esforço para tentar não custa nada, não é msm?? rsrs
    tentarei isso em breve, pq tenho ficado mias na net doq de costume, e tenho visto que isso me faz mal…!

    • Bom dia Antonio! tudo bem?

      Tenho certeza de que você consegue sim, mas que dá trabalho dá. Eu pulei uns dias ou outros no post em que eu tava “subindo pelas paredes” com vontade de entrar no facebook hehe.

      Quando você tentar, por favor, volte aqui e conte-nos como foi 😉

  13. Complicado mesmo deixar de usar a internet… Nem sei se comsigo! Mais vou tentar… Não que eu seja desesperado por ela… Mais faz parte da gente né… rsrsrs

  14. Excelente texto, parabéns. Ironicamente irei compartilha-lo hehehe

  15. lucianadamasceno23@hotmail.com

    O negócio é saber usar a internet. Gente que fica num jantar postando detalhes no facebook não é viciado… é idiota.

  16. Nossa cara, legal o que você fez e estranho foi que a alguns meses atrás eu fiz a mesma coisa e passei um mês sem mexer, acho que é inevitável o fato de de vez em quando agente liga o pc e depois se lembrar, mas eu tambem consegui ser muito mais construtivo em todos os aspectos, consegui me fazer presente em lugares que eu jamais ia, lugares que antes eu só via pela internet, depois disso comecei a viver a vida verdadeiramente. Parabéns pelo que você fez e pelo fato de ter compartilhado aqui cara.valeu!

    • Olá Michael!

      Eu que te parabenizo! por ter também conseguido este feito, que para muitos parece fácil, mas nós 2 sabemos que não é tão simples assim!

      Obrigado por compartilhar conosco 🙂 – ah, e volte sempre que a casa é sua!

  17. Nossa, muito legal. As vezes, só assim que passamos a dar um valor maior a outras coisas. Muitas vezes, deixamos de passar momentos alegres na companhia de família e amigos, porque ficamos presos na internet em redes sociais, jogos online ou mesmo tv. Ficar desconectados por algum tempo pode nos fazer um bem danado. Vou pegar seu exemplo, e fazer isso nas minhas férias da Faculdade e do trabalho, ai da pra se desconectar de tudo e aproveitar mais a vida, com as pessoas a minha volta =D.
    Primeira vez que visito seu blog, adorei *.*
    Parabéns pelo Blog e pela postagem.

    ^^

    • Oi Karina!

      Uma frase sua me chamou a atenção: “Muitas vezes, deixamos de passar momentos alegres na companhia de família e amigos, porque ficamos presos na internet em redes sociais, jogos online ou mesmo tv.”. Passei minha adolescencia toda assim… perdi tantos bons momentos com meus pais. Se eu pudesse voltar no tempo…

      Olha, nessas férias em que você irá entrar neste desafio também, não esqueça de me contar como foi!

      Obrigado pelas palavras e por favor, volte quando quiser 🙂

      • Karina Kelly

        Pois é, não da pra voltar no tempo e recuperar esses momentos perdidos, mas da pra retomá-los agora, por que não, não é mesmo? 😀
        Sim sim, pode deixar qeu ai volto a postar aqui, pra te dizer como foi.

        Obrigada pelo retorno.

        E tenha um ótima semana!

        ^^

  18. Eu notei também que sou muito viciada em internet, por vezes até o computador pra fazer… NADA! tá ficando preocupante, como o magrelo narigudo falou, vish. Mas é mesmo é baita desafio quando a gente se priva de alguma coisa, isso só prova como a gente dá um valor muito grande à coisas que nem são tão necessárias assim, que a gente não nasceu colado na TV ou no PC. Acho que vou tentar passar um tempinho sem a tão amada internet.

    • Raveni,

      Hehe, quando você disse: “por vezes uso o computador pra fazer … NADA!”, me lembrei daquele famoso jargão: “abro a geladeira pra pensar”. No seu caso, você liga o computador! hehehe.

      Tente curtir um tempinho fora do mundo digital e depois volte rapidinho pra ele pra nos contar como foi 😉

  19. pô, adorei o post, faz um tempo que to querendo mudar também, não digo nem mudar, tá mais pra voltar a ser o que era, a internet me prendeu demais e hoje já não curto mais meu skate com os amigos, já não jogo mais minha bolinha na segunda, sexta e sábado, já não sei mais nem qual a cor da areia da praia, brigado pelo incentivo cara e pode deixar que vou sair da internet mas vou continuar lendo seu blog, parabéns e sucesso ai. (:

    • Verdade né Yuri, se eu voltar a ser o que eu era, seria uma pessoa completamente diferente. Eu sou da época do MS-DOS, Windows 95. Da época em que o único divertimento num computador era desenhar no PAINT.

      Internet era algo caríssimo. Ninguém usava.

      Obrigado por ter gostado do tema e por continuar lendo meu blog! hehe.

  20. Mais um viciada em internet aqui o/ .. Cheguei aqui pelo Ocioso e gostei muuuito do post, e lendo sobre a sua experiência, me senti motivada a fazê-la, assim como você, também sou Analista de Sistemas e sei que vai ser difícil, mas me desafio a conseguir. 😀

    • Jéssica.. Jéssica!
      Quanta honra ter servido de fonte de inspiração para vocês!hehe.

      Ahhh, e é uma Analista de Sistemas ainda! ihhhhhh tá no mesmo barco que eu. Vai trabalhar na Fábrica da Red Label também heheh.

      Volte quando puder 🙂

  21. Muito bom seu texto e gostei muito da forma de comparação…
    acho q vou procurar fazer uma dieta dessas tambem
    + no mundo hoje q dependemos do computador para tudo entrar na internet se torna tão natural quanto respirar…
    não sei se vou conseguir ficar os 30 dias + pois fico logado em media 12 horas por dia + tentar acessar somente algo relacionado ao trabalho…

    • Frank, eu que gostei do seu termo: DIETA – faz todo sentido! te faz sentir melhor, mais bem disposto, só traz benefícios rs.

      Pois é, o complicado durante o desafio é dosar o que eu poderia ou não poderia deixar de fazer pela internet, como o pagamento de contas por exemplo.

      Mas pra tudo nessa vida tem um jeito né 😉 voltemos a moda antiga e vamos enfrentar fila de banco durante 1 mês hehehe.

      🙂

  22. Cara, muito bom post e iniciativa. Estou a mais de 10 meses sem perfil nas redes sociais, não tenho smartphone, muito menos tablet. Estou tentando viver sem internet também. Ler isso foi uma motivação maior pra mim. Obrigado e parabéns… firme e adiante!

  23. Meu caro! rs

    Que post mais bacana esse. A gente ta acostumado a ver tanta asneira na internet que quando nos deparamos com uma experiencia real, como a sua, ficamos impressionados…. rsrsrsrs

    Abraço.

  24. Gabriel, bom dia!!!
    Olha meu camaradinha, achei simplesmente fantástico o texto, é um belo exemplo a ser seguido por muitos; às vezes em conversas com amigos e tal, acabo sempre caindo na comparação dos tempos de antigamente quando na verdade nem sabíamos o que fazer na internet, tempos bons da “conexão discada” rsrsrs quando tínhamos que ir nas bibliotecas realizar as verdadeiras pesquisas para conclusão de trabalhos escolares, “éramos felizes e não sabíamos”. Concordo em genero, número e grau com o mau xara Rodrigo que devemos sempre olhar os dois lados da moeda, mas infelizmente a maior parte dos jovens hoje que tem total acesso ao mundo virtual e com muita facilidade, não fazem o uso e nem sequer tem o aproveitamento ideal, as garotada tem se limitado demasiadamente e infelizmente, deveriam se tornar gerações de “ouro” no que remete a conhecimentos, claro que por opção deles mesmos, deixam de consumir a parte boa digamos assim e desaprendem cada dia mais de como escrever direito, de como se expressar e a própria relação interpessoal tem sido cada vez mais prejudicada. Enfim.. Grande abraço e mais uma vez te parabenizo pelo texto, foi mesmo muito interessante.

    • Meu querido Rodrigo Gonzales,

      Você complementou o texto de maneira brilhante. A parte em que cita saudade dos tempos passados me trouxe uma nostalgia gostosa!

      Até citei num comentário anterior a época em que minha prima (a única da familia que tinha computador, um 586 com windows 95) perguntava pra mim:

      “Bem, vc quer desenhar ou escrever?”

      E lá ia eu para o Paint ou para o Word me divertir. E aquilo pra mim era realmente diversão.

      A Internet está construindo pessoas burras, que não sabem se comunicar se não for através do teclado e mesmo assim, ainda por códigos que só são interpretados mediante dicionário de internauta!rs.

      Obrigado pelo seu comentário meu caro e espero que volte sempre para complementar os posts deste blog desta maneira.

      🙂

  25. Não acho que as pessoas deixam de curtir o momento pensando em como compartilhar isso no facebook(pelo menos as que eu conheço). Fazer isso já é o cumulo do vício. 😀

  26. Gente eu uso a internet só pra ver filmes / series; mesmo assim não me acho um viciado, nem facebook eu tenho , bastante pessoa ja me pedirão pra fazer mais numca me interessei por rede social, eu conseguiria numa boa fica sem internet. >D

    • Olá Rubens,

      Deus sabe o quanto resisti para criar uma conta no facebook.

      Demorei, enrolei, dei desculpa.

      E minha esposa insistia.

      Eu nao ligava, não dava a mínima.

      Aí criei, e pronto, meu vício foi instantaneo.

      Ou seja, se está feliz assim, mantenha-se limpo! heheh.

      Forte abraço!

  27. Já que estava tão bem sem voltou por quê?

    Cada coisa em sentido que aparece no ocioso!

  28. “Chega de complicar sua vida. Chega de mostrar pra todo mundo o quanto você é FELIZ no Facebook pra não ter que enfrentar sua vida real. Só por não ter a obrigação de mostrar pra todo mundo o quanto você é feliz, já se sentirá mais feliz.” – AMEI!!! Falou tudo!!!!

  29. Adorei o post, na verdade eu já estava com isso em mente e ciente de que a internet tava meio que paralisando a minha vida normal. Você falou q lutamos pra pagar o que está nos ‘matando’ e é verdade. Tenho 18 anos, preciso estudar e me concentrar em outras coisas como faculdade. Gosto muuuuuuuuito de ler, até consigo me concentrar na leitura mas dps de algums capitulos o olho ja fica passeando pelo computador. :\ Nos ultimos tempos tem se intensificado. Internet é uma bençao e uma maldição, depende da forma como a usamos. Acho que eu não estou fazendo dela uma benção hahaha. Mas é isso. Basta eu ter determinação e força de vontade que eu vou conseguir tirar isso do topo da minha vida.

    • Oi Larissa,

      Primeiramente, que bom que gostou do Post !

      Você usou palavras muito sábias e dá sinais de que já entende que por trás da internet existe um sério problema. Mas o bom disso? vc ainda tem só 18 aninhos rs, ahhhh se eu tivesse acordado com 18 anos rsrs.

      Tenho certeza de que irá conseguir administrar seu tempo e concluir a faculdade com sucesso!

      E para tal, a Internet irá ser uma grande aliada – o Google que o diga! 😉 hehe.

      Obrigado pelo comentário e volte sempre!

  30. Bom, são muitas “pequenas” questões que você abordou nesse texto. É como você tentar viver um dia sem você mesmo, sem se preocupar, sem brigar, sem reclamar…É difícil, mas a recompensa é grande. Eu estou mais viciada na internet agora, porque acabei de sair do meu emprego, então tô curtindo um pouco a vida mansa, já que o namorado mora longe, só dá pra ficar por aqui mesmo. rsrrs. Adorei a ideia do desenho. Vou fazer um depois, eu acho.

    E a última foi realmente péssima xD

    Bjos. Misunderstood.

    • Oi “Misunderstood” rs.

      Gostei da tua expressão: “Viver um dia sem você mesmo”. Se pararmos para analisar só essa frase, dá pra ficar aqui uns 3 dias discutindo né rs.

      Sobre o desenho, pois é, ótima idéia, confesso que ainda preciso fazer o meu 😦

      Obrigado pelo comentário, grande abraço e volte sempre!

  31. http://www.youtube.com/watch?v=62rNTa4S89g Novo Musico Lucio Schlinz de São Paulo.. Vejam esse video é imperdivel gente!

  32. Galera…Super promoção de cursos em DVD`s…. Cursos a partir de R$ 9,99
    Faça uma visita em nossa loja http://www.ducursos.com.br

  33. Cara parte em que disse que se tornou mais produtivo se encaixa no meu perfil perfeitamente,
    Blogs como Ocioso, Jacaré Banguela, Ah negão, Não intendo, entro neles pelo menos umas 20 vezes por dia.
    É como um vicio, chego em casa tenho várias coisas para fazer e só penso no Xbox, é de uma coisa para outra.
    Preciso fazer como você, desintoxicar da internet e de outros meios de interação com a internet.
    Estou ponderando a possibilidade de fazer isso.

  34. Muito bom o seu post e sua iniciativa de mostra uma experiência como essa pra galera. Eu só acho que você devia falar mais sobre isso, acho que 1 mês sem internet daria pra vc conta muito mais história. Parabéns pelo post

  35. Acho que o que mais vale é a mensagem que passou. Quando a rotina começar a apertar, ficar enfadonha tire férias integral do que mais faz (se você puder) e aproveite as outras coisas. Quando voltar vai saber colocar no seu lugar o que anteriormente estava tomando muito do seu tempo desnessariamente e aproveitá-lo melhor. Esse exercicio vai ajudá-lo a ter uma rotina equilibrada.

    Gostei muito do post …

    Visite meu blog: http://www.receitasdmais.com/ (entre em contato para trocarmos ideia, abraço)

    • Olá!

      Quando li sua palavra: ‘ferias’, me deu até um arrepio na espinha… quantos anos estou sem férias…

      .. nem lembro-me mais como é a sensação rs. Enfim, um dia minha hora chega..rs

      Estou entrando no teu site, parece super bacana! obrigado pela indicação, vamos trocar umas idéias sim!

      Grande abraço!

  36. Sabe, isso é verdade! Antes eu vivia para facebook e orkut. Tirava fotos pensando nas redes sociais… Um abuso de photoshop!!! kkkkkk
    Mas comecei a parar de um tempo pra cá e minha auto estima caiu (curiosamente) e hoje nao tenho a mínima vontade de postar alguma coisa em rede social.. nada !

    • Oi Thaís!

      Curioso mesmo o fato sobre sua auto-estima. Acredito que eu sinta algo parecido.. quando vc está ativo nas redes sociais, participando, comentando, postando, enfim, parece que somos mais legais, bacanas e importantes. Quando paramos, parece que fechamos todas as portas e oportunidades para sermos “legais”.

      Mas é só impressão, existe um mundo infindável fora das redes sociais onde podemos ser muuuuuito mais legais hehe.

      Obrigado pelo ótimo comentário! abraços e volte mais vezes! 🙂

  37. Bom… esse cara só se esqueceu de falar que ele estava desempregado ou estava de férias né? porque ninguém consegue trabalhar sem internet, só se for gari, cozinheiro, garcom, etc…

    • Débora!

      Negativo, esse cara estava ativamente trabalho. Os sistemas que “ele” utilizava precisavam de conexão com a internet para funcionar, mas… não significa que ele “via” a cara da internet 😉

  38. Grande bosta!

  39. Nossa eu adoreii muito mesmo!! Sempre me pego viciada ao meu note… as vezes deixo deficar com a minha familia, ver o crescimento da minha irmãzinha só para ficar sem fazer nada na net… deixo meu namorado sozinho só para dar uma espiadinha no face ou ficar olhando links do ocioso entre outros… isso porque eu só o vejo de finais de semana… E o pior é que todos ao meu redor já reclamaram que o tempo que eu tenho livre fico apenas navegando na net… mas antes tarde do que nunca né… Seu post me ajudou muitoo, muito!!

    • Olha, veja pelo lado bom, foi por uma dessas espiadinhas que você chegou aqui! 😉

      E estes são os beneficios da internet! rs.

      Mas realmente tudo o que é demais atrapalha, enxa mais as paciências do seu namorado e deixe um pouco o face de lado 😉

  40. Olá, primeiramente, parabéns pelo feito. Vou começar a fazer o mesmo, mas nao é para aproveitar a vida, é para estudar, quero passar em medicina, sabe como é né, dedicaçao e estudos sao a única porta de entrada para essa área. Belo exemplo!

  41. Muitoo bom mesmo!
    Eu luto contra meu vício na Net, na verdade eu já até exclui minha página nessa rede social, mas do que adiantou?
    Passei a usar o Twitter igual louco e ressucitei o meu velho e atrasado Orkut só para ficar discutindo minhas ideias loucas em comunidades ainda não extintas.
    O ser humano é um ser social, isso é fato.
    E quando somos muito “ocupados”, acabamos não tendo tempo para porra nenhuma, só de usar a Internet.
    Afinal, e se diminuissemos o uso dessa porra?
    Não seriamos mais felizes?
    Creio que sim.
    Acho que meu Twitter vai cair, ou vou deixá-lo de lado.
    Só não consigo abandonar o blog, sendo que além de escrever nele, acabo escrevendo em outro, e pior.
    Minha profissão é relacionada a Net, já que sou Freelancer…
    Entrei em um paradgma kkkkkkkkkk…
    Cara, lembrando, já tentei fazer isso com as redes sociais, perdi no terceiro dia, se quiser dar uma olhada, cá está o Link…
    http://reinaldodeltrejo.blogspot.com.br/2012/02/30-dias-sem-redes-sociais.html

    Adorei seu blog, vou acompanhar e sempre.
    Grande Abraço.
    De Reinaldo Del Trejo

    • Olá Reinaldo!

      Realmente, o ser humano precisa viver em sociedade, se comunicar, compartilhar, e a grande sacada do Facebook foi perceber isso antes de todo mundo. O resultado? Bilhões de dólares em retorno.

      Sobre o blog, não vejo ele como um vício maléfico. No blog temos a oportunidade de compartilhar pensamentos, discutir idéias, expor opiniões e o melhor, como nós administramos ele não existe o risco de nos perdermos com coisas fúteis e inúteis como no facebook.

      Estou favoritando seu blog, e hoje mesmo retribuirei a visita!

      Forte abraço!

  42. Agora me diga, mesmo depois dessa experiencia, vc voltou a usar o pc todos os dias, certo?
    Nada mais maravilhoso que a tecnologia. Mesmo depois de ver o maravilhoso mundo a sua volta, você não vai largar seu delicioso hábito de usar o computador.

  43. Muito interessante sua experiência.

    Sou um viciado em internet, já diz meu pai: Tudo o que é demais não presta!

    Acredito que usar bem as tecnologias que temos a nosso favor é maravilho, mas quando passamos a deixar outras coisas mais importantes de lado por qualquer coisa, ai já é vicio, doença.

    Estou tentando me organizar melhor, tornar-me mais produtivo e mais saudável, físico e emocionalmente.

    Abraço!

  44. o cara meu parabéns velho, te confesso que a internet esta todo dia presente em minha vida, quando chego do trabalho, ao invés de falar com meus pais, para perguntar coisas como, e ai o que fez nessa manhã? como está se sentindo algo assim sabe, ter o dialogo com eles, mas não prefiro ir para a internet para ver se ha alguma coisa nova no facebook ou email, blog’s humorísticos Etc.. cara o seu texto mexeu mesmo com o modo que pensava sobre o uso da dita INTERNET, pretendo melhorar meus hábitos e começar a prestar mais atenção em meus pais, amigos, e em fazer planos para minha vida REAL, valeu mesmo Gabriel. abraços cara.

  45. Ahhhh meu querido amigo Gabriel !!!! Propósito alcançado !!! Congrats !!! Ótimo texto meu caro, mais uma vez, o senhor nos põe para refletir sobre temas importantes que passam despercebidos no nosso dia a dia !!!! Beijo grande !!!!

  46. Pô, muito gay usar facebook pra mostrar o quanto você é feliz… o uso é totalmente uma nova dança do acasalamento! tá cheio de buceta! hehehehe

  47. Olá Gabriel, tenho que confessar que não conhecia seu blog. Costumo visitar o Ocioso.com praticamente todos os dias e hoje me deparei com uma matéria interessante. A sua. E ao ler percebi que faço parte desta realidade. Sou um viciado. Viciado em Internet. Mas gostei desta idéia, e espero conseguir fazer o mesmo, me afastar um pouco de tudo isso.
    Achei muito interessante seu texto, tanto que comecei a ler post anteriores e tenho que lhe dar os parabéns: são fantásticos.
    Até mais, abraço.

    • Olá Murilo! tudo bem meu querido!?

      Nossa, muito obrigado pelas palavras… fazem realmente a diferença na minha vida “blogueirística” hehe.

      Espero encontrar você novamente por aqui, são leitores como você que fazem eu continuar escrevendo tais “asneiras” rs.

      Até mais, forte abraço!

  48. Já fiz isso, mas eu fiquei quase 3 meses, confesso, foi a melhor coisa que fiz.
    Mas voltei ao Face tem um mês e tudo piorou, vou fazer novamente, ficar naquela expectativa de esperar uma pessoa a entrar pra conversar, curtir fotos, comentar… tudo isso me faz sentir que sou inútil. E outra, me estresso um pouca coisa no Face. O melhor da vida, é a vida real, me sinto mais ‘gente’ sem internet. Mas o que mais gosto da internet, são sites para ver como está o mundo,o Brasil, rs.

    • Olá Leidi!

      3 Meses? e eu me achando com 1 mes?! rs.

      Te confesso que sinto um leve medo de tudo piorar após este mês. Tudo voltar com mais força ainda, algo assim.

      Mas aí, nada nos impede de darmos um outro ‘basta’ e nos ‘limpar-mos’ uma vez mais!

      🙂

  49. Muito Legal. Parabéns. ^^

  50. Outro dia vi que tinha adicionado vc no Face…e pensei, que raios,!!! De onde eu conheço esse cara…??? Hoje bati o olho no teu blog e lembrei de cara!!! Caraca é o cara do texto “O ultimo dia da sua vida”…acho que é esse o nome, se não for sorry , bem mais uma vez, um texto brilhante!!! Se serve de consolo a internet apesar de tomar um grande tempo da minha vida, me trás belas surpresas e textos que realmente fazem diferença na minha vida.
    Parabéns você é um sobrevivente!!! Kkkk

    • Hahahaha, vc tentando se lembrar “que raio de cara eu era” foi o melhor!

      Ahh que legal que se lembrou do “Meu último dia de vida”. Bons tempos aqueles hein? rs.

      Obrigado por mais uma vez ter gostado e se dado o trabalho de vir aqui comentar, obrigado mesmo!

      E graças a bendita da Internet, vc se lembrou do ‘meu último dia de vida’ e também quem eu era…rs

      Até mais amiga do face! 🙂

  51. A internet eh um vicio e pior ainda para mim que estudo computação.Nao consigo estudar direito sem entrar no facebook ou em emails.Eh mesmo que voce esta em casa e passar 1000 vezes pela cozinha e abrir a geladeira para pensar.Ja sai e deixei meu pc ligado com o chat aberto e ninguem falou comigo,me deixando triste.Como algo pode me deixar triste?…Internet eh bom e tem que ter mas voce viciar nela eh a pior coisa que existe.Nao passei um mes mas ja passei uma semana sem acessar e sobrevivi.Hoje eu as vezes nao ligo o pc o dia todo.Uma pena que nao posso viver sem ela.

    • Oi Julia.

      Amiga de profissão então? Corajosa! rsrs.

      Não fique triste, não precisa ficar 1 ano sem internet, mas só saber dosar no dia a dia. Como você mesmo disse, não ligar o PC o dia todo já é uma grande conquista. rs.

      Abraços querida e volte sempre!

  52. =O
    Quantos comentários!! PARABÉNS!!!!!!
    =)

  53. Eu praticamente já sou um viciado , trabalho com tecnologia por mais de 8 horas por dia, na minha frente dois monitores de 20 polegas lado a lado , ainda mais 12 telões de 40 polegadas para monitoração do DataCenter, internet conectado direto !!!! coitado de mim rissss !!!!
    http://hercules-now.com/

  54. O caminho do meio:

    A internet para mim me ajuda justamente a me comunicar mais com as pessoas. Antes de “me jogar” nela eu vivia sozinho. Sim, no sentido que eu quis usar, eu ainda vivo sozinho. Mas é uma solidão compartilhada (quase literalmente). Eu costumava dizer que, de todos os meus amigos (virtuais) eu somente não conhecia os que não moravam na mesma cidade. Aliás foram eles que me fizeram sair de casa, conhecer lugares… Tudo isso num momento importante da minha adolescência. Não fossem os amigos virtuais eu não teria amigos, não fosse a internet eu não me comunicaria com as pessoas. Se uma doença te prende à internet e te afasta das pessoas, tá pode ser, eu sofria (ainda sofro) de uma doença que me afastava das pessoas mas que eu consigo controlar com a ajuda da internet.
    De fato hoje eu tenho menos amigos porque mudei algumas vezes de cidade e até de estado, mas se eu aprendi alguma coisa foi a fazer amigos, mesmo que eu não tenha recebido nota máxima nessa tarefa.
    Resumão super-clichê: todo excesso é nocivo. Mas toda carência também é.

    • Oi Dowglasz,

      Seu comentário nos trouxe uma visão bastante concreta do OUTRO lado da internet. O lado bom, o lado sadio, o lado que faz com que ela valha a pena. Esta semana eu assisti um filme em que um rapaz, após sofrer a perda de um amigo que passava por uma depressão terrível, sem nem mesmo que ele soubesse, utiliza a internet para ajudar pessoas que passam pela mesma depressão que seu amigo passou. E o fato é que MILHARES de pessoas são alcançadas. O poder da internet é realmente avassalador.

      Muito obrigado pelo seu comentário, complementou a ideia de uma ótima maneira.

      Abraços e volte sempre 🙂

  55. Ole1 Alda,Li a tua mensagem aniorter e agora vou responder as tuas perguntas.Na minha faculdade NTID, e9 uma das faculdades de Rochester Institute of Technology, tem aproximamente 250 interpre9teres. Eu ne3o pago nada para interpre9teres porque je1 paguei a inscrie7e3o, propinas, alimentae7e3o, etc e os custos de interpre9teres je1 este3o inclueddos nas propinas. Tive muitas aulas com interpre9teres sem tiver problemas, a minha universidade organiza muito bem. Tambe9m tive aulas com os professores Surdos e ouvintes que sabem muito bem a Ledngua Gestual.Quando fiz muitos exames, sempre em escrito em Ingleas, pois para andar na universidade e9 necesse1rio de escrever muito bem, escrever muito bem em Ingleas. Mas existe alguns exames em oral (utiliza a Ledngua Gestual Americana ASL) mas sf3 nas disciplinas da e0rea da Ledngua Gestual ASL. Por exemplo, para cursos de interpre9ter, Professor/a da ASL, e outras e0reas relacionadas e0 ASL.A minha explicae7e3o e9 clara? Beijinhos, Paulo Rodrigues

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s